Kohima (Índia).  A Escola Secundária Flor Pequena de Kohima, Nagaland, das FMA da Inspetoria Indiana de Guwahati (ING), obteve reconhecimento nacional pela implementação do Projeto “Eu posso” (I can) e foi eleita entre as 100 melhores histórias de mudança de 2019 para a Plataforma global Projeto para a mudança.

Em 2019 a Escola introduziu nas atividades o Projeto “Eu posso”, com o objetivo de promover o conceito de sustentabilidade ambiental.  O Projeto, continuado nos anos seguintes, conscientizou os alunos sobre a crise ambiental e para a necessidade de implementar processos de mudança a partir da própria realidade.

Para conscientizar sobre os problemas ambientais, os alunos deram visibilidade ao seu empenho no território de Kohima, realizando diversos trabalhos comunitários como a limpeza de espaços históricos públicos e animando a população com espetáculos de rua com o lema “Ambiente limpo”.  Esses gestos atraíram a atenção da mídia e o reconhecimento da Escola pelo compromisso educativo.

Além disso, a Escola contribuiu para livrar do plástico o Campus da escola e a localidade de Kohima (Área livre de Plástico), destacando a urgência, para a população do Estado de Nagaland, de empenhar-se em favor de um meio ambiente limpo.

Na carta dirigida à Escola Flor Pequena, a Fundadora e Presidente da organização sem fins lucrativos Projeto para a Mudança (DFC), Kiran Bir Sethi, felicitou os alunos e professores por “serem a mudança“.  O DFC concedeu cinco certificados para os alunos participantes, dois para professores/tutores e um troféu para a Escola, que foi posteriormente nomeada como uma das 100 histórias de mudança mais estimulantes no Projeto para a Mudança (DFC) EU POSSO Desafio à Escola em 2019.

A fórmula do Projeto eu posso – Projeto para a Mudança (DFC) consiste em 4 etapas simples: Sentir (sentir/identificar problemas) – Imaginar (imaginar novas soluções) – Fazer (agir e construir a mudança) Compartilhar (compartilhar sua história de mudança para contagiar e inspirar os outros), que levam os alunos a compreender as situações com empatia, imaginar e implementar soluções que ajudem a mudar a realidade ambiental.

“A humanidade possui ainda a capacidade de colaborar para construir a nossa casa comum. Os jovens exigem de nós uma mudança. Eles se perguntam como é possível pretender construir um futuro melhor sem pensar na crise ambiental e no sofrimento dos excluídos”.

(Papa Francisco – Laudato si’ 13)

1 COMENTÁRIO

  1. Congratulations. I rejoice with you for this great achievement. I have such wonderful memories of visiting that school.
    With affection.
    Kathleen Taylor fma

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.