Home Conselheira para a Formação

Conselheira para a Formação

“A Conselheira para a Formação anima e promove a formação integral e contínua das Filhas de Maria Auxiliadora, na fidelidade ao carisma e às exigências especíricas dos vários contextos. Segue especialmente o período inicial” (C.128)

Irmã Nilza Fátima de Moraes

Nasce em 25 de novembro de 1965 em Natividade da Serra – São Paulo, município da região do Vale do Paraíba (Brasil).

No início da adolescência, em 1979, vai estudar em Lorena, junto com sua irmã Marilza, na chamada Escola Doméstica, com as Irmãs Salesianas, que residiam e trabalhavam na Casa de repouso das FMA São José. Aí recebe os cuidados humanos e espirituais das Irmãs, participa diariamente da Celebração Eucarística, dos ensaios de canto, duas vezes por semana, das atividades domésticas e, no domingo, participa do Oratório São Luís, espaço onde as crianças brincavam, praticavam esportes, lanchavam e participavam da catequese organizada pelas FMA e pelos Salesianos de Dom Bosco.

Entre 1979 e 1981, uma vez ao mês, participava dos encontros vocacionais no Colégio Nossa Senhora do Carmo, em Guaratinguetá, onde em 1982 vive o tempo do discernimento vocacional.

Em 1981 inicia a formação como aspirante no Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora em São Paulo.

Em 1985 inicia a etapa do Noviciado e em 24 de janeiro de 1987 faz a Profissão Religiosa e é enviada à Comunidade Santa Inês em São Paulo.

Durante o Juniorato, de 1987 a 1993, ano em que emite os votos perpétuos, vive em três comunidades, segue um curso de pedagogia e exerce diversas funções na escola, no oratório e na pastoral juvenil estudantil.

Em 1994 vai morar na Casa de Formação – Aspirantes/Postulantes no bairro Perdizes de São Paulo como membro da Equipe de Formação e trabalha no Instituto Nossa Senhora Auxiliadora em Belenzinho.

A partir de 1998, ainda residente no Aspirantado, trabalha no Colégio Santa Inês até o primeiro semestre de 2000. No segundo semestre vai a Roma para fazer o Curso de Catequese na Faculdade de Ciências da Educação “Auxilium” e aí permanece por um período de três anos e meio.

No Natal de 2004 volta ao Brasil e trabalha em diversas comunidades como professora de Ensino Religioso, Coordenadora da Pastoral Juvenil, Diretora de Comunidade e Escola, Formadora de Aspirantes e Postulantes. Ensina liturgia e catequese.

De 2008 a 2013 é Conselheira Inspetorial, de 2014 a 2020 é Vigária Inspetorial e em 2021 é nomeada Inspetora da Inspetoria Brasileira Nossa Senhora Aparecida (BAP).

No dia 7 de outubro de 2021, na memória da Bem-Aventurada Virgem Maria do Rosário, durante o Capítulo Geral XXIV, é eleita Conselheira da Formação.

Documentação