Roma (Itália).  A Novena da Imaculada Conceição – de 29 de novembro a 7 de dezembro de 2021 – inserida no tempo do Advento, prepara a espera de Deus que se faz homem: Maria, a «cheia de graça», se faz seio acolhedor para ser a Mãe do Salvador e mãe de todos, sinal de esperança para a humanidade inteira.

Na tradição salesiana, a celebração da Solenidade da Imaculada Conceição é particularmente significativa na vida de Dom Bosco e da Família Salesiana, que recorda o nascimento do oratório no dia 8 Dezembro de 1841, e de Maria Domingas Mazzarello que em Mornese, com algumas jovens, consagrou-se a Maria como Filha da Imaculada.

A proposta da Novena da Imaculada deste ano, compartilhada pelo Âmbito da Família Salesiana do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora e evento capitular há pouco concluído e próximo à celebração do 150º aniversário do Instituto (1872- 2022), quer ser expressão de “um especial agradecimento a Maria por sua presença viva e eficaz durante a preparação e realização do Capítulo Geral XXIV e ao longo de toda a história do Instituto”, explica a Irmã Leslie Sándigo, recém-eleita Conselheira Geral para o Âmbito.

A Novena oferecida está em continuidade com o CGXXIV, um tempo de graça e de impulso carismático que, como recorda a Madre Geral do Instituto das FMA, Madre Chiara Cazzuola, no Discurso de encerramento, “não termina hoje, mas continua, por isso é hora de descer de Caná a Cafarnaum, não sozinhas, mas com Jesus e Maria, para compartilhar a vida e a missão junto às/aos jovens e aos leigos, para deixar respirar Deus na nossa existência e enfrentar com coragem os desafios que encontraremos”.  Madre Chiara convida, portanto, todas as Filhas de Maria Auxiliadora a se confiarem a Maria, «para que nos ajude a ser mulheres que sabem levar o vinho novo da esperança nesta nossa história marcada por tantos sofrimentos e fadigas, mas abençoada pela doce Providência do Pai”.

A proposta se articula em três pontos de reflexão oferecidos às Comunidades em preparação à Solenidade da Imaculada: a Palavra, o gesto e o olhar de Maria, extraídos da Conferência feita às Capitulares, em 17 de outubro de 2021, pela Irmã Linda Pocher, FMA, Docente de Mariologia na Pontifícia Faculdade de Ciências da Educação «Auxilium», com o tema: “Maria e o Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora. No nome, a identidade educativa”.

A Conselheira da Família Salesiana conclui a carta de apresentação com o augúrio:

«Maria nos ajude a despertar em nós a paixão por Jesus e a paixão educativa; a deixar-nos interpelar pelos desafios com um olhar contemplativo e profético para poder incidir eficazmente na Igreja e na sociedade, junto a toda a Família Salesiana, através de ações educativas concretas”.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.