São José (Costa Rica).  No dia 12 de setembro de 2020 foi realizada a bênção do Mausoléu reformado da Beata Maria Romero Meneses, na Casa Maria Auxiliadora “Obras Sociais Irmã Maria Romero” de São José, da Inspetoria de Nossa Senhora dos Anjos da América Central Sul (CAR).

O momento celebrativo foi presidido pelo Arcebispo de São José, Monsenhor José Rafael Quirós, juntamente com dois Conselheiros do Centro Teológico Histórico Irmã Maria Romero, Dom Oscar Eduardo Brenes e Dom Cristian Alberto Bermúdez.  Estava presente a Inspetora Irmã Ena Veralis Bolaños.  Devido à pandemia de Covid-19, a participação foi limitada a cerca de cinquenta pessoas, entre FMA de diferentes Comunidades da Costa Rica, benfeitores e representantes de grupos associativos.

Os restos mortais de Irmã Maria Romero, desde 9 de novembro de 1991, repousam no jardim da Casa que testemunhou sua vida de oração e suas obras de caridade em favor dos mais pobres.  Em 24 de maio de 2003, após a beatificação (14 de abril de 2002), foi inaugurada uma primeira reforma do Mausoléu.

A grande devoção à Beata Maria Romero, com o afluxo de numerosos peregrinos, levou a um novo projeto de renovação, com o início oficial das obras no dia 12 de fevereiro de 2020, apoiado e realizado pela Associação dos Amigos da Irmã Maria Romero (ASORMARI).  O projeto parte da ideia de desenvolver um espaço, caracterizado pela austeridade e essencialidade próprias da Irmã Maria, que suscitasse uma atmosfera de paz, para favorecer a oração e o encontro com a Beata.

Mausoleo suor Maria Romero Costa RicaLa Croce sullo sfondo, che si estende fino alla fine del pavimento, ricorda la Fonte Viva da cui provengono tutte le grazie e le benedizioni per intercessione della Beata Maria Romero. Dieci colonne sostengono l’edificio e da lì sgorga l’acqua della Vergine, che cade nei canali d’acqua che circondano il Mausoleo, in modo che il pellegrino possa prenderla e lasciare che Maria trasformi l’acqua nel vino che sostiene e porta alla guarigione.

A Cruz ao fundo, que se estende até ao fim do pavimento, recorda a Fonte Viva de onde vêm todas as graças e bênçãos por intercessão da Beata Maria Romero.  Dez colunas sustentam o edifício e dali jorra a água da Virgem, que cai nos canais de água que circundam o Mausoléu, para que o peregrino possa tomá-la e deixar que Maria transforme a água no vinho que sustenta e conduz à  cura.

A Madre Geral das Filhas de Maria Auxiliadora, Irmã Yvonne Reungoat, se fez presente com uma mensagem:

“Sinto-me profundamente unida a vós neste belíssimo momento da bênção do mausoléu de Irmã Maria Romero. Escolhestes um dia muito significativo que nos recorda o nome dulcíssimo de Maria. Que Ela torne fecunda, de tanto bem, esta vossa iniciativa e vos ajude a escolher e a dar o melhor de vós mesmas aos pequenos, aos pobres, aos que sofrem, como viveu esta santa e grande Filha de Maria Auxiliadora”.

 Após essa reestruturação, que encoraja os fieis a passarem em oração junto aos restos mortais da Beata, pedindo graças pela sua intercessão, espera-se o passo definitivo da Canonização de Irmã Maria Romero.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.