Cidade do Vaticano.  Em 7 de abril celebra-se o Dia Mundial da Saúde. É uma oportunidade de promover, em nível global, a sensibilização quanto a argumentos relevantes sobre saúde, assegurando o direito à saúde para todas as pessoas.

A epidemia global da COVID-19 provou a resistência física da pessoa e revelou a fragilidade do organismo humano. Também influiu sobre o equilíbrio psicológico das pessoas.  A preocupação com uma doença misteriosa e desconhecida e um futuro fugidio trouxe medo, solidão, abandono.  A experiência do luto por entes queridos ou amigos, sem a possibilidade de realizar ritos fúnebres, tem sido muito dolorosa.  A busca por uma vacina eficaz contra a COVID-19 deu esperança ao mundo.

Também a Igreja é chamada a caminhar com os outros numa “viagem de cura”, levando “luz no meio das trevas, alegria no meio de tanta dor, […] cura e salvação no meio da doença e da morte , [..] ternura em meio ao ódio […] para ‘tornar viral’ o amor e ‘globalizar’ a esperança à luz da fé” (Papa Francisco, Audiência Geral, 30 de setembro de 2020).

Tornar as vacinas anti Covid-19 disponíveis e acessíveis a todos é o primeiro passo no caminho para um mundo mais justo, inclusivo e igualitário.  «A vida é inviolável e ninguém deve ser deixado para trás. As vacinas são um instrumento para respeitar e salvaguardar o dom da vida» (Papa Francisco).

Por isso, a Comissão Vaticana COVID-19 preparou um kit de recursos úteis para todos os representantes da Igrejaa fim de ajudar as Igrejas locais a enfrentar este período difícil de pandemia e a combater a desinformação.

No kit, encontram-se informações sobre a vacina COVID-19 para públicos diversos, citações relevantes do Papa Francisco, links de informações úteis, mensagens curtas para sites, boletins paroquiais ou outros meios de comunicação e um Guia informativo sobre Coronavírus.

Garantir a todos o acesso às vacinas deve ser considerado como um ato de amor ao próximo. Vacinar-se é uma responsabilidade solidária, porque, ao se proteger, protege os outros.

“Abraçar o Senhor para abraçar a esperança:
Eis a força da fé que nos liberta do medo e dá esperança”.
(Francisco, momento extraordinário de oração, 27 de março de 2020)

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.