Roma (Itália). Em 20 de fevereiro de 2021 se celebra a Jornada Mundial da Justiça Social, proclamada pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 2007 para apoiar o compromisso da comunidade internacional com a eliminação da pobreza, a luta contra o desemprego, a promoção da dignidade do trabalho e a justiça social para todos.

A justiça social é um princípio fundamental para a prosperidade e a coexistência pacífica interna e entre os países. O Papa Francisco na Encíclica Fratelli Tutti diz: “É possível desejar um planeta que garanta terra, casa e trabalho para todos. Este é o verdadeiro caminho da paz”. (FT 127)

O Dia Mundial, com o tema: “Um apelo à justiça social na economia digital”, promove o diálogo para superar a exclusão digital, proporcionar oportunidades de trabalho decente e proteger os direitos humanos.

O comércio, os serviços e a inovação tecnológica abriram novas oportunidades para o crescimento da economia mundial e a melhoria dos padrões de vida em todo o mundo. No entanto, a crise financeira, a pobreza, a exclusão e a desigualdade dentro e entre as sociedades ainda não permitem a plena participação de todos os países na economia global.

Esta crise teve um impacto maior sobre aqueles que são os trabalhadores menos protegidos, especialmente os jovens, os idosos e os migrantes. Além disso, a pandemia causou um aumento exponencial no trabalho não remunerado de assistência às mulheres devido ao fechamento de escolas e às necessidades crescentes dos idosos.

Com o objetivo de apoiar as pessoas mais vulneráveis, a Associação de Voluntariado Internacional para a Educação e o Desenvolvimento da Mulher – VIDES, promovida pelo Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora e a Fundação de Voluntariado Juvenil Solidário – FVJS, promovida pelo VIDES Internacional, trabalhar para garantir a justiça é um princípio básico em todas as atividades promovidas em prol dos direitos das crianças e dos povos indígenas, em todos os países onde estão presentes.

O VIDES Canadá organiza uma série de encontros com refugiados eritreus para ajudá-los no caminho da integração na sociedade local, por meio de cursos de inglês e mentoria para orientá-los na busca de emprego.

Em apoio aos jovens migrantes no Haiti, a Fundação FVJS Onlus criou um projeto para dar às meninas provenientes  da República Dominicana a oportunidade de adquirir, por meio de cursos de culinária, confeitaria e administração de bares, as habilidades necessárias para encontrar um emprego que as tornasse economicamente autônomas.

No espírito de Dom Bosco e de uma justiça social, o VIDES Internacional tem promovido um projeto na África do Sul a favor dos jovens que estão fora do mercado de trabalho, promovendo a formação profissional e o desenvolvimento de competências transversais com o objetivo de ajudá-los a encontrar uma ocupação.

O Dia Mundial da Justiça Social é um convite à promoção da justiça social, por caminhos de paz, acolhimento, integração e equidade.

 “Não há justiça social que possa derivar da desigualdade”

(Papa Francisco)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.