Medellín (Colômbia) A Inspetoria colombiana Santa Maria Mazzarello de Medellín (CMM), durante o lockdow devido à pandemia de Covid-19, enfrentou os desafios para garantir a continuidade didática dos alunos de suas obras. Isto deve-se principalmente a três aspectos: a falta de ferramentas tecnológicas nas casas dos alunos, a falta de competências digitais por parte dos professores e a escassez de infra-estruturas e equipamentos tecnológicos modernos nas obras educativas da Inspetoria.

Na área técnica, foi elaborado um plano estratégico de modernização e qualificação das infraestruturas tecnológicas, a médio e longo prazo. O primeiro passo, porém, foi disponibilizar recursos digitais aos alunos, para que pudessem acessar as aulas de suas residências, também receberam apoio econômico para financiar o serviço de Internet e foram preparados materiais didáticos, em formato impresso, a ser distribuído nas casas de quem mora no campo e não tem acesso às redes.

O aspecto econômico foi um dos mais significativos a ser abordado. Como Inspetoria, foram reduzidas as despesas das famílias em relação à educação, atendendo às famílias mais necessitadas. A situação tem levado à criação de alianças e uma rede de apoio com fundações e famílias abastadas, para facilitar as pessoas em dificuldade. Diante dessa crise global, escolhas internas de essencialidade e otimização de recursos foram feitas.

Outro desafio foi a formação pedagógica. A colaboração entre as equipes dos docentes tem permitido a redefinição da proposta pedagógica, sobre a qual se tem trabalhado de forma prioritária. Vários canais foram ativados para tornar constante, assertiva e empática a comunicação entre os diversos interlocutores, utilizando plataformas multimídia para reuniões online. Cada obra educativa tem programado tempos e modalidades para favorecer o senso de pertença, o espírito de família, a unidade e a construção de um horizonte de sentido comum, que levou à descoberta de uma nova forma de viver e trabalhar juntos.

Por fim, a pastoral juvenil tem feito todo o possível para continuar a promover o crescimento na fé dos jovens e a assunção de compromissos como cidadãos. A proposta pastoral foi adaptada para ser utilizada na web e os processos de formação humana cristã foram redimensionados, tentando “iluminar” e dar sentido ao tempo da pandemia. O Movimento Juvenil Salesiano e os Grupos da Família Salesiana trabalharam online com o apoio dos meios virtuais. Apoiaram-se as experiências de catequese pré-sacramental e lançaram-se campanhas de solidariedade para ir ao encontro dos mais necessitados.

Os desafios relacionados com a pandemia não faltam, mas, a partir desta experiência, a Inspetoria CMM continua no seu compromisso de oferecer às crianças, adolescentes e jovens nas suas realidades uma educação para a vida e de promover o desenvolvimento do pensamento reflexivo e crítico para o exercício da cidadania, com a certeza de que Nossa Senhora dos “tempos difíceis” continuará a guiar os seus passos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.