Boy smiling after hitting pinata

Monterrey (Messico). A comunidade Sagrada Família da Inspetoria Mater Ecclesiae (MMO), constituída por três Filhas de Maria Auxiliadora vindas das Inspetorias da Conferência Interinspetorial do México, Antilhas e América Central (CIMAC) e da Conferência Interinspetorial Norte Americana (NAC), começou a se inserir na missão em favor dos migrantes, em colaboração com “Casa Monarca”, a associação de ajuda humanitária aos migrantes.

Até agora, colaborou no recebimento e cuidado dos migrantes que pedem ajuda, aos quais é dada a possibilidade de lavar e de vestir roupas limpas, de se alimentar e, se o desejarem, de ter acesso à consulta legal oferecida pelos advogados.

As FMA estão participando também do projeto que a Casa Monarca empreendeu com o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (UNHCR), no âmbito do qual são recebidas semanalmente de 50 a 160 pessoas, onde se dedicam particularmente às crianças, oferecendo-lhes um espaço lúdico terapêutico e apoio escolar.

Em ambas as experiências, têm oportunidade de estar diretamente em contato com as pessoas que estão chegando no México em busca de novas oportunidades de vida ou para continuar sua viagem para os Estados Unidos da América.

Nestas atividades, no dia 14 de dezembro as FMA da Comunidade Sagrada Família participaram da primeira “Pousada Natalina” para os refugiados, organizada pela Casa Monarca em Monterrey, da qual participaram mais de 350 pessoas, entre adultos, jovens e crianças que no semestre passado foram viver na cidade e na área suburbana.

Migranti alla Posada Navidena a MonterreyA “Pousada Natalina” é um momento tradicional mexicano de encontro fraterno em preparação ao Natal. Nessa ocasião, a Comunidade FMA, Ir. Maria Baudino abriu as portas e colocou o ginásio de esportes à disposição da Escola Independência de Monterrey.

Crianças e adultos, entusiasmados com esta “Posada Navideña” em sua homenagem, após as boas vindas, divertiram-se assistindo a um show de circo. Em seguida, o canto tradicional da Pousada, na qual os presentes se identificaram com a situação de José e Maria que procuravam um lugar em uma cidade que não era deles.

Para continuar a festa, foi servido alimento para todos, fazendo de maneira que houvesse algum prato típico da América Central, muito apreciado.

Os tradicionais “potes de Natal” não poderiam faltar, com a participação de cerca de 150 crianças, que com grande alegria recolheram os doces que caíam do alto como prêmio. Graças a doações de alguns benfeitores, brinquedos foram distribuídos a todas as crianças, enquanto os adultos receberam cobertores para suas famílias.

Todos os hóspedes puderam desfrutar de um dia tranquilo em um ambiente familiar com a comunidade local.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.