Roma (Itália) Nos dias  13, 15 e 17 de julho de 2020 a irmã Runita Borja, Conselheira Geral da  Pastoral Juvenil, com as FMA Colaboradoras do Âmbito, animou as videoconferências com as pessoas de referência das Escolas das Inspetorias pertencentes às Conferências Interinspetoriais da América (CIB – CICSAL  – CIMAC – CINAB e NAC), presentes em 23 países sobre o tema: “A pandemia de Covid-19 está reconfigurando a educação: o que se espera das instituições educativas das FMA no país, em sua Inspetoria“.

Os objetivos dessa reunião on-line foram: preparar o tempo pós-Covid-19, enfrentar e assumir os desafios como Comunidade Educativa, e garantir o direito à educação, especialmente às categorias mais vulneráveis;  desenvolver diretrizes para o acompanhamento das Inspetorias e trabalhar em rede no compromisso de uma missão educativa atual, criativa e inovadora.

Estiveram presentes 95 participantes, entre Filhas de Maria Auxiliadora e educadores das Escolas e da Pastoral  Juvenil.

As Inspetorias compartilharam a situação atual de suas Escolas, as dificuldades encontradas durante a pandemia e as respostas praticadas para garantir a continuidade da educação dos alunos, além das expectativas para o próximo ano letivo, para garantir um retorno seguro, numa  possível presença às aulas com um programa alternativo.

Do confronto surgiram muitas propostas, especialmente no campo digital, onde é necessário promover o acesso a novas tecnologias, conectividade, formação para um uso eficaz e crítico das tecnologias, dada a mudança nos métodos educacionais que cada vez mais fornece  ensino on-line.

Observou-se também a importância de garantir a sustentabilidade das obras, promovendo formação para a gestão e o uso de recursos e para o desenvolvimento de projetos sustentáveis.  Em nível Interinspetorial, é necessário trabalhar em rede para consolidar as propostas educativas e a formação dos professores.

Na esfera pedagógica e carismática, especialmente neste tempo, é importante continuar oferecendo educação em favor da vida, que promova o desenvolvimento do pensamento reflexivo e crítico e voltado ao comprometimento humano e cristão nos processos de transformação social, para o  exercício da cidadania ativa.  O aumento do uso das redes sociais durante o confinamento também possibilita acompanhar os jovens e expressar proximidade e apoio às famílias.

Em nível pastoral, é necessário fortalecer a formação sobre o carisma salesiano e trabalhar em sinergia com os leigos, buscando novas formas de viver e atingir os jovens em diversos contextos, especialmente no digital.

A irmã Runita Borja lembrou que a experiência de comunhão se estende das comunidades locais à província, ao mundo e às igrejas locais, com base nos contextos em que se trabalha.  Por esse motivo, o Papa Francisco lançou um apelo a um Pacto Educativo Global que revive o compromisso “para” e “com” as gerações jovens, renovando a paixão por uma educação mais aberta e inclusiva, capaz de escuta paciente, diálogo construtivo e compreensão mútua.  ”  Renovar o Pacto Educativo significa também comprometer-se com a Casa Comum, para garantir o futuro para às novas gerações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.