Roma (Itália). Nos dias 7 e 8 de abril de 2021 em Roma, na Pontifícia Faculdade de Ciências da Educação “Auxilium”, as Junioristas Neo-perpétuas Filhas de Maria Auxiliadora da Vitadoria Maria Mãe da Igreja (RMC) e da Casa Geral ( RCG), vivenciaram um encontro formativo. Estiveram presentes a Superiora da Visitadoria, Ir. María del Carmen Canales e as Diretoras das Comunidades.

No primeiro dia do encontro, o tema “A ti as confio”: beleza e responsabilidade que desafiam a vida fraterna e a missão, foi apresentado pelo Pe. Luis Roson, Decano da Faculdade de Filosofia da Pontifícia Universidade Salesiana de Roma que, recordando a passagem evangélica da instituição dos doze apóstolos (Mc 3,13-15), falou de “Comunidade, fraternidade para a missão”.

Que tipo de comunidade tornará possível o seguimento e testemunho de Jesus? Esta é a pergunta a partir da qual Dom Roson partiu, que descreveu a comunidade como casa e laboratório de discernimento apostólico. Uma comunidade de fiéis convocados pelo Senhor Jesus, fundada na caridade, que se encarna no Mistério, na Igreja particular, no mundo.

A releitura do “A ti as confio, fio condutor da vida de Madre Mazzarello e que desafia a vida de cada uma na realidade comunitária e na missão, continuou com as atividades das oficinas.

Com a dinâmica da Aprendizagem Cooperativa – um método de aprendizagem que se baseia na cooperação entre os membros do grupo com o objetivo de atingir um objetivo comum – foram aprofundados os conteúdos do texto Madre Mazzarello, mulher capaz de verdadeira companhia, retirado do livro A mão de Deus trabalha em você de irmã Maria Ko e da irmã Piera Ruffinatto. Em assembleia foram partilhadas as reflexões que surgiram sobre como melhorar as relações comunitárias, para que sejam mais humanizantes e sobre os aspectos a serem mais cuidados nas comunidades: o olhar que valoriza, o cuidado com a pessoa e o ambiente, a verdade na caridade, a capacidade de fazer espaço ao outro, estar ao lado de cada pessoa como irmã e mãe, a competência e a eficácia formativa de acompanhar, de amar incondicionalmente.

Em seguida, foi aprofundado o tema da missão educativa compartilhada com as irmãs, com os leigos e com os jovens, que reforça a identidade carismática, por meio de alguns textos retirados do subsídio Oratório Canteiro Aberto, do Âmbito para a Pastoral Juvenil FMA. Na assembleia foram compartilhadas as experiências de participação ativa, corresponsabilidade, interculturalidade vividas nas comunidades, evidenciando o quanto ajudam a crescer na missão.

O segundo dia do encontro foi dedicado aos testemunhos. Online, Agata Migliaccio e Stella Cervoni, da Comunidade de Sant’Egidio – Movimento laical de inspiração cristã católica, empenhadas na escuta do Evangelho e no voluntariado pelos pobres e pela paz – e Ir. Valeria Bologna, FMA diretora e responsável da Pastoral do Centro Universitário Ker Maria College, que acolhe os alunos da Faculdade de Medicina e Cirurgia da Universidade Católica do Sagrado Coração, partilharam as suas experiências. Isso nos permitiu refletir sobre a realidade da juventude no contexto da pandemia e sobre a importância de assumir com responsabilidade os desafios e oportunidades que este tempo comporta.

O encontro, vivido em clima de alegria, de fraternidade e de serena participação, facilitou a partilha de experiências, preocupações e desejos, fazendo emergir a consciência de que a fraternidade e a missão educativa são lugares de crescimento humano e espiritual.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.