Roma (Itália). Neste mês de maio 2020, devido à pandemia de Covid-19, alguns encontros ligados à tradição mariana, como o terço do Rosário e as Procissões, não poderão realizar-se. Com uma  Carta breve, o Papa Francisco convida todos os fiéis a rezar o terço do Rosário, valorizando a dimensão doméstica:

«Dimensão esta – a doméstica –, que as restrições da pandemia nos «forçaram» a valorizar, inclusive do ponto de vista espiritual.Por isso, pensei propor-vos a todos que volteis a descobrir a beleza de rezar o Terço em casa, no mês de maio».

O Papa acompanha os fiéis sugerindo a modalidade de rezar  – «há um segredo para o fazer: a simplicidade», indicando alguns esquemas de oração disponíveis na internet e pondo à disposição de todos «duas orações a Nossa Senhora, que podereis rezar no fim do Terço; eu mesmo as rezarei no Mês de Maio, unido espiritualmente convosco». A récita do Rosário, juntamente com os Pastores, ajuda a sentir-nos Igreja, neste tempo de prova: «Queridos irmãos e irmãs, a contemplação do rosto de Cristo, juntamente com o coração de Maria, nossa Mãe, tornar-nos-á ainda mais unidos como família espiritual e ajudar-nos-á a superar esta prova».

A Madre Yvonne Reungoat, Superiora Geral do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora, na “Boa-noite” da vigília da Celebração online da Festa da Gratidão Mundial 2020, recordou o aspeto da ‘casa’, onde Maria Auxiliadora se torna presente:

«Maria Auxiliadora, a Mãe, está presente nas nossas casas, ao lado de cada uma de nós e de cada um/a dos nossos jovens e torna-os disponíveis à ação do Espírito que também neles quer fazer “grandes coisas”».

“Maria caminha nesta casa é também a expressão que acompanha o Triénio de preparação para o 150°aniversário de Fundação do Instituto FMA (1872-2022), que retoma as palavras ditas por Dom Bosco  em 1885 na casa de Nizza Monferrato (AT) – Itália: “Nossa Senhora passeia nesta casa e cobre-a com o seu manto” (cf. Cronistória V, 51-52).

Sempre na “Boa-noite”, Madre Yvonne convida a unir gestos de consagração a Maria feitos pela Igreja – a consagração da América Latina a Nª Sª de Guadalupe, dia 12 de abril e a consagração da Itália à proteção da Mãe de Deus  no 1° de maio, na basílica de Santa Maria del Fonte, em Caravaggio (BG):

Convido-vos, então, a unir-vos num gesto de grande confiança em Nossa Senhora que a Igreja italiana está prestes a realizar e que a Igreja americana realizou há alguns dias: a consagração da Nação à Virgem, para que continue a ser a Mãe, solícita e amorosa. É uma Consagração que podemos fazer nossa onde quer que estejamos: nós estamos todos sob o seu manto, com as nossas casas, as nossas obras, os jovens e adultos que as frequentam. Que Ela vele sobre tudo e nos proteja de tudo o que possa tornar-nos árvores estéreis, que Ela nos envie a ser sua presença aos nossos irmãos e irmãs e nos torne geradoras de vida em qualquer lugar e situação».

O mês de maio é também cheio de ocorrências para a Família Salesiana, incluindo a festa de Santa Maria Domingas Mazzarello, co-fundadora do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora, em 13 de maio, e a festa de Maria Auxiliadora, no dia 24 maio, em que todas as Comunidades Educativas se preparam com a Novena, como recorda a Madre Geral com a Circolare 996, intitulada “Com Maria Auxiliadora”:

«Em várias circunstâncias, Dom Bosco sugere invocá-la fazendo a novena como um meio irresistível, na certeza de que Maria intervém eficazmente na história da humanidade redimida por Jesus. Maria é a “Mãe da Igreja” e, como tal, está presente: devemos estar convictas disso no fundo do nosso coração e fazê-la “trabalhar”; ela, ativa e cuidadosa, não deixa de nos ajudar e apoiar».

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.