Roma (Itália). Neste tempo de emergência, no qual é possível exercitar o trabalho ordinário, as Filhas de Maria Auxiliadora de duas comunidades da Itália escolhem dar sua contribuição na confecção de máscaras para protegerse e para prevenir a difusão do coronavirus.

FMA Villa San Giovanni realizzano mascherine

São as FMA de Villa San Giovanni (RC), da Inspetoria Meridional Nossa Sra. do Bom Conselho (IMR), Ir. Caterina Luciano e Ir. Caterina Crocittoria, com as quais se congratula também o Prefeito da Cidade, Giovanni Siclari, ‘por este grande empenho no social, sinal de amor por todos’. A Presidente das Ex-alunas/os das FMA, Bruna Cardile, escreve assim: “Este serviço é a demonstração verdadeira, tangível do serem salesianas e, digo com orgulho, Filhas de Maria Auxiliadora. Olhando aquelas fotos com as irmãs atentas a trabalhar pareceu-me ver Maria Mazzarello: na humildade tanta grandeza!” Enquanto anotam as reservas das máscaras, famílias e grupos ficam surpresos quando ficam sabendo que é tudo grátis e ficam felizes de sentirem as irmãs assim próximas do povo: “As irmãs doam o que têm: o próprio coração”.

As FMA da Casa Anjo da Guarda de Alessandria, da Inspetoria Piemontesa Maria Auxiliadora (IPI), pensaram que em um momento no qual é difícil encontrar máscaras, seria bom e de dever dar a própria contribuição: “Não estamos habituadas a estar com as mãos nas mãos e assim, sobretudo quem não está ocupada com as atividades da didática on line, está experimentando realizar máscaras”. As máscaras são um tecido lavável também em altas temperaturas e podem ser reutilizadas, mas especialmente estão à disposição, gratuitamente, de quem precise delas, com estas anotações das irmãs: “sempre com o bom senso de servir-se somente se tiver necessidade real, para não  privar quem poderia ter necessidade verdadeira delas. Em troca pedimos a vocês somente uma oração: aquela que vocês encontram escrita no folheto anexo à máscara. Nós a rezamos todas as tardes…unam-se a nós! Obrigadas!”

Colocando-se a serviço nesta “nova produção”, as Filhas de Maria Auxiliadora de Villa San Giovanni e de Alessandria continuam a viver e a por em prática a frase de Madre Mazzarello: “Cada ponto de agulha seja um ato de amor de Deus”.

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.