Caserta (Itália). No dia 22 de janeiro de 2020, no Complesso Monumentale del Bervedere de San Leucio (Caserta), durante o Fórum TIME to DARE, Ir. Alessandra Smerilli, Filha de Maria Auxiliadora, Docente Ordinária de Economia Política na Pontifícia Faculdade de Ciências da Educação «Auxilium» de Roma e Conselheira de Estado da Cidade do Vaticano, recebeu o Prêmio Mario Diana 2020.

TIME to DARE – tempo de ousar, ou contaminar italiano e inglês, tempo de dar – é um evento promovido pela Fundação Mario Diana, da Diocese e da Cáritas de Caserta, com o objetivo de apresentar o projeto na plataforma digital do dom que a Fundação e a Igreja casertana vão querer lançar nos próximos meses. Uma plataforma compartilhamento digital, um banco de dom na web, para colocar em contato quem pode dar e quem precisa de uma ajuda, momentânea ou por um período mais longo. A novidade não está só no Banco do dom, mas também no modo como foi concebido, a partir dos jovens: um hackathon, que é uma intensa colaboração de jovens cientistas da computação e especialistas em ciências sociais, para a criação de uma plataforma digital, realizada durante o primeiro dia do  evento, 21 de janeiro.

No dia seguinte, 22 de janeiro, foi a vez do fórum, com discurso extraordinário dos economistas Luigino Bruni e Ir. Alessandra Smerilli.

Suor Alessandra Smerilli con Premio Diana

À tarde, Ir. Alessandra recebeu o Prêmio Mario Diana, em memória do empreendedor casertano que na manhã do dia 26 de junho de 1985, com apenas 49 anos, foi morto por ter defendido sua sociedade de transportes contra a camorra. Em 2018 o prêmio tinha sido concedido a outras duas mulheres: a ginecóloga romana Antonia Testa e Floriana Malagoli, Presidente da Associação que assiste os sem teto da cidade de Caserta.

O reconhecimento foi entregue na presença do Bispo de Caserta, Dom Giovanni D’Alise, por Ilaria e Maria Antonietta Diana, netas de Mario Diana.

Estas as motivações do Prêmio:

“Para Alessandra Smerilli que, através da pesquisa científica e do compromisso no âmbito social e eclesial, soubre encarnar a opção vocacional salesiana fazendo frutificar seus talentos, usando a força poderosa e desarmante do diálogo para construir relacionamentos e projetos com base na lógica do presente e na cultura da reciprocidade; por ter acompanhado centenas de estudantes em sua complexa e desafiadora experiência de formação, desenvolvendo seu trabalho de docente com paixão; por sua narração cheia de tensão ética, como dimensão básica da economia civil e de comunhão, de atenção aos últimos, aos jovens, às periferias; por sua curiosidade humana e intelectual, pela incansável atração para uma ecologia integral da pessoa humana, pela conservação do ambiente e dos ambientes em que se encontrou para trabalhar, pelos talentos jovens e adultos que soube colocar em rede, junto com as expressões mais originais e criativas da sociedade civil em defesa do bem comum, pelo que – como mulher – deu e está dando para a renovação das estruturas da Igreja institucional; que hoje lhe conferimos o Prêmio Mario Diana 2020”.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.