São José (Costa Rica).  No dia 7 de julho de 2022 celebra-se o 45º aniversário do nascimento ao céu da Beata Irmã Maria Romero Meneses (1977-2022), Filha de Maria Auxiliadora da América Central, sinal da misericórdia de Deus, especialmente entre os mais pobres.

Nascida em Granada, Nicarágua, em 13 de janeiro de 1902, fez a primeira Profissão no Instituto das FMA em 6 de janeiro de 1923 e, em 1931 foi enviada a São José da Costa Rica, que se tornou sua segunda pátria e onde se dedicou às “crianças pobres e abandonadas” por 46 anos com caridade incansável, dando início a trinta e seis oratórios festivos, obras sociais, casas para as famílias sem-teto, um poliambulatório de assistência médica aos pobres.  Beatificada em Roma no dia 14 de abril de 2002 por São João Paulo II, Irmã Maria Romero é a primeira mulher Beata da América Central.

Na Casa Maria Auxiliadora “Obras Sociais Irmã Maria Romero” que fundou em São José na Costa Rica, na Inspetoria Nossa Senhora dos Anjos do Sul da América Central (CAR), continua-se a trabalhar pelos mais pobres, oferecendo-lhes, além de ajudas concretas, esperança e otimismo salesiano.  Numerosos peregrinos chegam para honrar a Beata no Mausoléu onde repousam os seus restos mortais, reestruturado em 2020.

Irmã Maria foi o instrumento que Deus usou para tornar visível o amor e a misericórdia, especialmente para com os mais pobres e necessitados.  O “sonho da caridade” através dela espalhava-se com tal criatividade que extravasava em grandes obras, iniciativas, palavras, gestos concretos, tudo no sinal da obediência, pobreza e castidade que havia professado.  A Beata tinha um caráter jovial e divertido, sendo capaz de captar o lado positivo das pessoas e dos acontecimentos e sabia envolver-se no bem e na caridade.

Quando as alunas falaram com a Irmã Maria das favelas, da pobreza em que viviam as pessoas daquele bairro e dos abusos a que eram submetidas, ela exclamou: “Meninas, queremos ficar imóveis, contentando-nos em suspirar de dor e desaprovação até o céu? Não, não se trata disso! Vamos trabalhar, vamos trabalhar para o bem. Certamente vamos orar. Também nós devemos ir às casas dos pobres, não para falar de ódio e vingança , mas de caridade cristã, de benevolência para com todos. Iremos em Missão e sereis pequenas missionárias”.

Em 25 de dezembro de 1939, duas a duas, as jovens fizeram a primeira experiência em diversos quarteirões de periferia.  Em seguida, pensaram no Catecismo e, com a permissão dos párocos, foram à Cúria do Arcebispo, Mons.  Victor Manuel Sanabria que, depois de escutá-las, enviou-as a anunciar a Palavra.  Assim nasceram os Oratórios festivos que chegaram a 36 e, como Dom Bosco, Irmã Maria procurava com todos os meios atrair crianças e jovens para o Oratório.

Todas as obras que fundou foram, segundo o lema da Congregação Salesiana Da mihi animas cetera tolle, movidas pelo desejo de salvar as almas e afastá-las do pecado.  É o motivo pelo qual abriu o Colégio: ficava triste pelos perigos a que as meninas estavam expostas, nas inevitáveis ​​viagens diárias de ida e volta.

Se dava esmolas, alimento e bens de primeira necessidade, sempre o fazia com o mesmo objetivo: passar do material ao espiritual e assim chegar às almas.  Movida por seu coração compassivo e diante de tão grandes necessidades, em 1973 fundou a Ciudadela de Maria Auxiliadora – a Pequena Cidade de Maria Auxiliadora – com as primeiras sete casas dignas para os pobres.

O impulso que sempre teve para se doar aos outros, especialmente aos pobres e necessitados, vinha do alto, de seu grande amor pelos seus “Rei e Rainha”, Jesus no Santíssimo Sacramento e Maria Auxiliadora.  A sua fonte segura eram as Sagradas Escrituras, em particular os Evangelhos: “Transcorro momentos agradáveis ​​e preciosos, saboreando esta fonte inesgotável”.

A Beata Maria Romero dizia muitas vezes: “Despenda o vosso tempo a serviço de Deus e do bem das almas! Pode haver ocupação mais lucrativa para uma vida tão breve como esta?”.

Para celebrar a Beata Irmã Maria Romero, as FMA da Casa Maria Auxiliadora animam diversas iniciativas, entre as quais a Novena, com a procissão da Casa à Igreja paroquial no 1º dia e outras devoções iniciadas por Irmã Maria Romero e continuadas por tradição.  Para viver o Tríduo, foram feitos três vídeos com aprofundamentos sobre as etapas da vida e das obras da Beata, disponíveis no Canale YouTube: Chamada à vida, Chamada a mostrar o rosto de Deus nos outros, Chamada a ser Auxiliadora entre os mais pobres segundo o carisma salesiano.

No dia 7 de julho de 2022, no 45º aniversário do nascimento ao céu da Beata Irmã Maria Romero, a Celebração Eucarística será transmitida na página do Facebook das Obras Sociais Irmã Maria Romero.

3 COMENTÁRIOS

  1. conocer la vida de sor María Romero es tocar el corazón misericordioso de Dios que en ella se hace presencia entre los preferidos de Dios y practica de la caridad que eleva la dignidad de aquellos olvidados de la sociedad. Gracias sor María por tu vida, por tu entrega generosa, por tu gran amor a Jesús, tu rey, a María, tu reina y a los pobres. Gracias por que nos animas a seguir sembrando el carisma de Don Bosco, de Main y ser Iglesia de salida como lo pide el Papa Francisco. que sea así en todas nuestras obras salesianas del mundo en este ano que celebramos 150 a anhos de fundación.

  2. Sr Maria Romero, prie pour que notre mission parmi les plus pauvres soit fructueuse et génératrice de vie nouvelle, d’espérance pour les plus démunis!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.