Roma (Itália).  Em 6 de abril de 2021, celebra-se o Dia Internacional do Esporte para o Desenvolvimento e a Paz, instituído pela ONU em 2013. É comemorado em todo o mundo em memória da inauguração dos primeiros Jogos Olímpicos da era moderna, realizados em Atenas (Grécia) em 6 de abril de 1896.

O objetivo do Dia é contribuir para a conscientização sobre o papel histórico do esporte na busca do desenvolvimento, paz, igualdade de gênero e integração social.  O desporto permite, de fato, promover a integração social e o desenvolvimento econômico em diversos contextos geográficos, culturais e políticos e difundir ideais e valores fundamentais como a fraternidade, a solidariedade, a não violência, a tolerância e a justiça, que contribuem à paz.

A analogia esportiva do “Trabalho em Equipe” está no centro do Dia Internacional do Esporte para o Desenvolvimento e a Paz 2021. A hasteg #OnlyTogether will we play again, lembra o papel do esporte e da atividade física para ajudar a sociedade na fase de recuperação da pandemia da Covid-19. O esporte como fator de coesão pode cruzar fronteiras, desafiar estereótipos e melhorar a saúde física e emocional, gerando esperança. Instituições e organizações esportivas são chamadas a campo para espalhar a mensagem de igualdade e resiliência que pode contribuir para curar a sociedade.

Para celebrar o dia, 06 de abril de 2021, a Organização Mundial da Saúde, em colaboração com outras agências das Nações Unidas, promove o Seminário “relNVENTARE & reCONSTRUIR – Sistemas para atividade física mais fortes, mais igualitários, mais inclusivos para todos”, em que se tratará da importância da atividade física e do esporte para a saúde mental e física de pessoas de todas as  idades e dos desafios e oportunidades para reinventar e reconstruir um sistema esportivo mais forte, justo e inclusivo.

Na tradição salesiana, o esporte é uma dimensão fundamental do Sistema Preventivo de Dom Bosco para a educação integral da pessoa e para a transmissão dos valores humanos e cristãos.  O esporte é uma “academia que educa à vida”.  No pátio se expressa a pedagogia do ambiente com que Dom Bosco transforma a vitalidade dos meninos em energias do bem, para que se tornem “bons cristãos e honestos cidadãos”: “Servi-me daquela descontrolada recreação para insinuar nos meus alunos pensamentos de religião. A alguns com uma palavra ao ouvido, recomendei maior obediência e maior pontualidade aos deveres do próprio estado” (Memórias do Oratório).

Em entrevista ao jornal desportivo italiano Gazzetta dello Sport, o Papa Francisco fala sobre o valor pedagógico-educativo do esporte, cuja prática surge frequentemente nos campos de jogos paroquiais: «A Igreja sempre teve um grande interesse pelo mundo do esporte. Podemos dizer que, no esporte, as comunidades cristãs identificaram uma das gramáticas mais compreensíveis para falar aos jovens: pensemos em Dom Bosco e nos oratórios salesianos, mas pensemos em todas as paróquias do mundo, também e sobretudo as mais pobres, em que há sempre um campinho disponível para brincar e praticar esportes. Através da prática esportiva, incentiva-se um jovem a dar o melhor de si, a estabelecer um objetivo a alcançar, a não desanimar, a colaborar em grupo. É uma ótima oportunidade para compartilhar o prazer da vitória, a amargura de uma derrota, para se unirem e darem o melhor de si”.

O esporte é uma linguagem universal para promover a paz e transformar a sociedade: “Os valores do esporte são valores de universalidade e harmonia, baseiam-se nos conceitos de respeito, compreensão, integração e diálogo, e contribuem ao desenvolvimento e à realização dos indivíduos, independentemente de idade, sexo, origens, crenças e opiniões“, disse Audrey Azoulay, Diretor Geral da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.