Hamamatsu (Japão). No dia 21 de abril de 2018, foi inaugurada a nova missão em Hamamatsu, no Japão. O Projeto “Hamamatsu” quer ser o gesto profético da Inspetoria japonesa (GIA) no caminho pós-capitular.

A Celebração Eucarística de abertura, celebrada pelo Pároco salesiano, Pe. Angel Yamanouchi e por outros dois salesianos missionários, foi o momento principal da inauguração, da qual participaram a Inspetora, as Conselheiras inspetoriais e algumas pessoas que colaboraram na edificação da casa.

Durante a celebração, o sacerdote acentuou a ‘razão’ desta comunidade, chamada a colaborar com a paróquia na pastoral dos imigrantes residentes no Japão. Em Hamamatsu, a maioria vem da América Latina, mas está presente também uma grande comunidade filipina e vietnamita. Explicou que esta casa não foi criada por um desejo pessoal, mas sim, depois de um período de discernimento, com um convite a cada comunidade e FMA a ‘sair’ para ir ao encontro das necessidades das pessoas hoje.

A Inspetora, Ir. Teresina Morishita Wakayo, em seu discurso de agradecimento às pessoas presentes, confirmou a ideia de que, sendo uma pequena comunidade, inserida plenamente na vida do bairro e da paróquia, deve ser como a Casa de Betânia, onde Jesus descansa das fadigas, encontrando um acolhimento caloroso por parte das irmãs Marta e Maria. Esta casa, mesmo sendo pequena, acolhe Jesus Eucarístico e todas as pessoas que quiserem vir. Ao mesmo tempo, é uma comunidade em ‘saída’, seja porque os membros frequentarão a paróquia para realizar a missão, seja também porque, duas irmãs estão chamadas a continuar o ensino na Escola de onde vêm. A Inspetora explicou também o porquê do nome “Beata Madre Maddalena Morano”. Como Madre Morano, em seu tempo, foi missionária na própria Itália, também a nova comunidade quer ser missionária no coração e ser para os imigrantes um ponto de referência, especialmente para os filhos deles que, muitas vezes, têm dificuldade para acompanhar o currículo escolar estabelecido.

As irmãs já estão empenhadas na catequese batismal, de crisma e de primeira Comunhão. Ir. Tuding (Gertrudes Candelaria de Jesus), vinda das Filipinas para o Japão há um ano e meio, afirma: “Todo domingo celebram-se Batismos e os pedidos de preparação, de consulta são muitos”.

Pensa-se em uma missão rica que esperamos se abra também para a dimensão vocacional. Está crescendo de fato uma segunda geração, que vai tomando consciência de sua missão na Igreja, em uma Nação onde os cristãos são minoria.

No final, a diretora da nova casa, Ir. Giuliana Onishi, agradeceu aos presentes, renovando o propósito da comunidade, de trabalharem unidas para o bem de tantos jovens.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.