Roma (Itália).  Nestes dias, dedicados ao trabalho de elaboração do Documento Capitular, reflexões e partilhas continuam a enriquecer o caminho em sinodalidade empreendido pelas Capitulares.

Irmã Alaide Deretti, do CG XXIV, compartilha como percebe o caminho do Instituto das FMA no sexênio 2014-2020.

«O Instituto está em contínuo crescimento, é um monumento vivo, ativo, propositivo!  O carisma encontra espaço em todos os lugares para sua inculturação e desenvolvimento.  O crescimento de novas vocações é percebido em muitas Inspetorias, mesmo em Nações onde ainda não estamos.  Cresce o sentido de pertença, de solidariedade e de maior comunhão entre as Inspetorias, as Conferências Interinspetoriais e o Instituto.

Cresce a santidade no Instituto, aquela do quotidiano, da “porta ao lado”.  É animador pensar no encaminhamento dos processos de Beatificação e Canonização de algumas FMA: Madre Antonieta Böhm no México e Madre Roseta Marquese em Roma.

Cresce a expansão do Instituto com a abertura de novas comunidades, em novas nações e também através de alguns projetos Interinspetoriais para responder à emergência da mobilidade humana, do fenômeno migratório, do tráfico de seres humanos, sobretudo de meninas e mulheres.

Constata-se maior abertura e inserção do Instituto no caminho da Igreja e da Vida Consagrada, também com a participação direta de alguns membros do Instituto em Escritórios e Órgãos eclesiais.

O Instituto caminha em abertura e projetualidade para maior fecundidade na missão, em uma sinergia sempre mais intensa com a Família Salesiana, com outras Congregações Religiosas, com Organizações educativas e também com outras Religiões.

Sinal de crescimento é a atitude de saída, como pede o Papa Francisco, com a qual, nas diversas partes do mundo, as FMA, com criatividade, encaminharam iniciativas para responder à emergência da Covid-19.  São muitos os gestos significativos, proféticos que envolveram leigos, jovens, crianças e toda a Comunidade Educativa.

A dimensão missionária é «elemento essencial da identidade do Instituto e expressão da sua universalidade» (C 75).  O Instituto, nascido com uma forte marca missionária, ao longo do tempo sempre pôde contar com a disponibilidade de Irmãs que acolheram o chamado e aderiram ao projeto de Deus e às necessidades da Igreja e do Instituto.

Há cerca de 630 missionárias ad gentes espalhadas nos cinco continentes que asseguram a fidelidade ao sonho missionário de Dom Bosco e Madre Mazzarello e fidelidade e alegria pelo anúncio do Evangelho de Jesus!

O Instituto continua a ser um monumento vivo de gratidão a Maria Auxiliadora, sempre em crescimento, um monumento gerador de vida no coração da contemporaneidade».

Vídeo-Entrevista

3 COMENTÁRIOS

  1. Gracias Sor Alaide por su entrega generosa… con la ayuda de nuestra Madre y Auxiliadora seguiremos anunciando a Cristo con nuestras vidas ahí donde Dios nos soñó … abrazos desde Damasco…

  2. Gracias, Sor Alaide, por tu testimonio de avivar El Fuego de las Misioneras de la prima hora… Estamos en camino sinodal Jesus continua llamando… La Mies es grande… Un abrazo misionero Sor Aida Roncal…

  3. Obrigada Ir Alaide pelo seu incansável trabalho em seguir tantas tantas missionarias e a suas visita tão importante para cada uma de nós agora falo como missionaria isso nos sentimos mais fortalecida neste linda vocação que abraçamos com muito amor e doação..
    OBRIGADA PELA SUA TOTAL DOAÇÃO!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.