Subiaco (Itália). Nos dias 4 e 5 de outubro de 2019 realizou-se em Subiaco o primeiro encontro de formação para as Junioristas da Visitadoria “Maria Mãe da Igreja”.

Transcreve-se a narrativa da experiência vivida pelas Jovens FMA.

«Chegamos a um lugar especial, acolhidas pela comunidade de São Brás onde logo respiramos um clima de silêncio, oração e fraternidade característicos daquele lugar. Como grupo de Junioristas estávamos acompanhadas pela Superiora de Visitadoria Ir.Maria del Carmen Canales e pela Diretora da Casa Madre Mazzarello, Ir.Giuseppina Teruggi.

Com elas refletimos, nestes dias, sobre a programação anual: no primeiro encontro de sexta feira à tarde houve uma partilha sobre os desafios do nosso tempo a respeito da Igreja, da sociedade, dos jovens e da vida religiosa. Foi um momento de riqueza na diversidade que nos caracteriza como grupo e como Visitadoria. Todas nós enfatizamos o dom que nos foi dado de poder conhecer outras realidades para enriquecer-nos e tomarmos mais consciência das necessidades do mundo todo.

Depois deste momento rezamos com a comunidade e após o jantar ouvimos o testemunho delas. Tocou-nos muito a missão que realizam e a paixão pelos jovens percebida em suas narrativas, sobre as pessoas encontradas, e sobre a experiência com a Palavra que muda a vida dessas pessoas. Ficamos ouvindo por muito tempo, trazendo no coração tantas ideias, desejos e sonhos. Foi assim que nossa reflexão se abriu para todo o Instituto, para o nosso chamado e para a nossa misssão.

O sábado foi intenso e começou com a oração em comum e um momento de partilha sobre a Palavra de Deus; vivemos a experiência da lectio dialogada em grupo e depois pudemos fazer propostas para os conteúdos que enfrentaremos este ano. Concluimos a manhã com o testemunho de Ir.Maria Pia Giudici que contou a história de sua vocação e a coragem e o empenho como Filha de Maria Auxiliadora; deixou-nos muitos conselhos preciosos entre os quais um que ficou impresso na maioria de nós: o de sermos sempre religiosas livres e honestas, para podermos mostrar sempre quem somos sem precisar demonstrar alguma coisa ou procurar aprovações e confirmações dos outros.

A este momento seguiu-se a Santa Missa celebrada por um monge Beneditino de Subiaco, que também contou sua experiência com as Filhas de Maria Auxiliadora. Depois da Missa vivemos na verdade um belo momento de convivência  fraterna.

A fraternidade que respiramos nestes momentos vividos em Subiaco nos deu verdadeiramente muita alegria e esperança para a vida que nos espera, para os sonhos que temos e para poder viver como Filhas de Maria Auxiliadora, como verdadeiras irmãs e missionárias entre o povo, de modo especial com os jovens.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.