Turim-Mornese-Nizza (Itália). De 1º a 28 de julho de 2018, em Turim, Nizza e Mornese, 26 jovens FMA, provenientes de quatro continentes, iniciaram o caminho de formação em preparação aos votos perpétuos.

Em Turim e arredores, Pe. Enrico Lupano, dirigiu-as na descoberta dos lugares salesianos visitados, agora, à luz do caminho vocacional de Dom Bosco, no qual cada uma pôde reler o próprio caminho vocacional. O percurso começou do alto da cúpula da Basílica de Maria Auxiliadora “Maria quem tudo fez”, do qual a história pode ser relida. O tempo foi ritmado por visitas, reflexões, meditações pessoais, silêncio e momentos vivos de fraternidade. Pe. Cristian Besso ofereceu uma Lectio Divina sobre o texto do Magnificat e encontramos e tomamos conhecimento de maneira inédita da figura da Condessa Giulia Barolo. A Missa celebrada no presbitério da Basílica de Maria Auxiliadora concluiu esta primeira experiência.

Em Mornese e arredores, foram guiadas por Ir. Ivana Milesi, FMA Também para este tempo foram previstas visitas, reflexões, meditações pessoais, silêncio e momentos vivos de fraternidade. A Missa no Santuário de Gavi e a visita a Gênova, de onde partiram as primeiras missionárias, a parada na Valponasca e no Roverno, o encontro com Ir. Elena Massimi para aprofundar a fórmula dos votos perpétuos, preencheram os dias e as enriqueceram de conteúdos, ajudaram a se sentirem sempre mais Filhas de Maria Auxiliadora e a reconhecerem-se na experiência de entrega, forte e autêntica, de Madre Mazzarello.

Os Exercícios Espirituais, vividos em Mornese, em clima de silêncio contínuo foram dirigidos por Pe. Erino Leoni, SDB, que propôs a leitura do Ciclo do profeta Elias à nossa reflexão. Neste tempo esteve conosco a Conselheira para a Formação, Ir. Nieves Reboso que, com muita simplicidade, uniu-se ao grupo e compartilhou um pedaço do caminho. Os Exercícios Espirituais terminaram com a renovação dos votos, presente a delegada da Madre Geral, Ir. Elide Degiovanni, Inspetora do Piemonte. A Celebração Eucarística foi realizada na Capela Antiga, onde Madre Mazzarello e as primeiras irmãs se tornaram FMA.

Em Nizza Monferrato, uma visitinha para encontrar Madre Mazzarello em sua última etapa de vida e para tocar com mãos a expansão do Instituto que teve seu início a partir de Nizza. Retornando a Turim foi encerrado o caminho com um tempo de avaliação.

Cada etapa foi marcada por encontros bonitos e significativos, os encontros com comunidades e pessoas que nos fizeram sentir em casa, todas. Um obrigada a cada uma pela disponibilidade e simplicidade em viver a experiência, no desejo de estar, antes de tudo, juntas como grupo, como comunidade fraterna.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.