Antilhas (Centro América). Na situação sem precedentes que o mundo está a atravessar com a pandemia do Covid-19, as Filhas de Maria Auxiliadora da Província de São José (ANT) e os Salesianos de D. Bosco das Antilhas, juntamente com os jovens, reuniram-se para celebrar a Páscoa na rede com o slogan “Fascinados por Jesus” #Vivo a Páscoa em Rede, proposto pela Pastoral Juvenil da Arquidiocese de Santo Domingo, na República Dominicana.

post Antille

Chamados a acompanhar os jovens das Comunidades Educativas, com a oração e através dos meios de comunicação da Pastoral Juvenil, FMA e SDB enviaram a proposta da Páscoa online com as indicações para viver a experiência em família ou com as pessoas com quem se partilhava o período de quarentena.

A proposta foi depressa acolhida por numerosos jovens da República Dominicana e do Porto Rico, que se registaram através de um formato de inscrição posto à disposição de cada centro juvenil e dos grupos criados pela PJ e por outros participantes sem pertença específica.

Instagram e Whatsapp foram as Redes sociais utilizadas para publicar os posts que uniram os jovens e as suas famílias na Rede como Família Salesiana, convidados a deixarem-se fascinar por Jesus e a segui-Lo no mistério pascal. Os temas formativos foram extraídos da Exortação Apostólica pós-sinodal do Papa Francisco Christus Vivit, já utilizada na Proposta Pastoral para o caminho de acompanhamento  dos jovens.

“Fascinados por Jesus” é o encanto que FMA, SDB e jovens das Províncias das Antilhas querem continuar a transmitir e a irradiar, levando a todos, entre tantas experiências de morte e de dor, a alegria de ter encontrado a Jesus vivo, com o anúncio:

“Cristo vive. Ele é a nossa esperança e a mais bela juventude deste mundo. Tudo o que Ele toca, torna-se jovem, faz-se novo, enche-se de vida. Por isso, as primeiras palavras que quero dirigir a cada jovem cristão, são: Ele vive e quer-te vivo!”. (CV 1)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.