Roma (Itália). Realiza-se de 20 a 23 de setembro de 2018 o Congresso Internacional “Jovens e Escolha de Vida: Perspectivas Educacionais” promovido pela Universidade Pontifícia Salesiana (UPS) e Pontifícia Faculdade de Ciências da Educação “Auxilium”.

São esperados na Universidade Pontifícia Salesiana (UPS), sede do Congresso, cerca de 500 participantes, dos quais 185 Filhas de Maria Auxiliadora e Leigos representando o Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora.

Estarão presentes a Madre Geral do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora, Ir. Yvonne Reungoat, a Conselheira para a Pastoral Juvenil, Ir. Runita Borja, a Secretária Geral, Ir. Piera Cavaglià, que apresentarão um tema no Congresso, juntamente com outras Conselheiras Gerais e algumas colaboradoras do Âmbito.

“A juventude se caracteriza como tempo privilegiado no qual a pessoa realiza escolhas que determinam sua identidde e o curso de sua existência… Ela é configurada não apenas como uma fase de transição entre os primeiros passos rumo à autonomia, movidos na adolescência e a responsabilidade da idade adulta, mas como o momento de um salto qualitativo, do ponto de vista do envolvimento pessoal, nos relacionamentos e compromissos e da capacidade de interioridade e solidão.Naturalmente, é um momento de experimentação, de altos e baixos, de alternância entre esperança e medo e da tensão necessária entre aspectos positivos e negativos, através dos quais se aprende a articular e integrar as dimensões afetivas, sexuais, intelectuais, espirituais, corporais, relacionais, sociais. Esse caminho, que percorre pequenas escolhas cotidianas e decisões de maior importância, permite a cada um descobrir a própria singularidade e a originalidade de sua vocação”. (“Instrumentum laboris” da XV Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos. nº 16.18)

O Congresso Internacional Jovens e Escolha de Vida: Perspectivas Educacionais, três dias intensos de estudo e debate, de confronto e escuta, para oferecer uma contribuição ao estudo do mundo juvenil, com respeito às escolhas de vida, a partir do específico ponto de vista que qualifica a pesquisa universitária no âmbito das ciências da educação e na perspectiva mais geral do humanismo pedagógico cristão, que fundamenta o sistema formativo de São João Bosco.

Os palestrantes e especialistas convidados vêm de 18 países diferentes, 8 da Europa e 10 de fora da Europa.

O evento se abre quinta feira, 20 de setembro, na Sala Paulo VI, da Universidade Pontifícia Salesiana, com uma Conferência introdutória, apresentando e enquadrando o tema do Sínodo da Juventude, por Dom Raúl Biord Castillo, Bispo de La Guaíra (Venezuela), Vice-presidente da Conferência Episcopal Venezuelana.

As sessões de sexta feira, 21 de setembro, são dedicadas respectivamente a Na escuta dos jovens e Em diálogo para discernir, intervenções sobre a condição juvenil e sobre como o mundo dos educadores adultos a considera, em relação a vários contextos culturais.

O Painel intitulado A vida dos jovens: modelos, estilos, valores e escolhas, organizado pelo Observatório Internacional da Juventude, da Universidade Pontifícia Salesiana (UPS) e pela Pontifícia Faculdade de Ciências da Educação Auxilium, conta com a participação de alguns estudiosos do continente europeu, americano, africano e asiático.

À tarde, as sessões paralelas com os temas: “Para uma releitura antropológica da dinâmica da escolha livre dos jovens” ; “Os dinamismos psicológicos implicados nas escolhas dos jovens”; “Como formar os jovens para escolhas livres e responsáveis: dinamismos motivacionais, afetivos e volitivos”; “Os desafios da Pastoral Juvenil hoje”.

O dia se conclui com uma sessão de “Comunicações” (www.giovaniesceltedivita.org/call-for-papers/) animada por docentes FMA, SDB e Leigos.

A primeira parte do programa de sábado, 22 de setembro, é dedicada às perspectivas educacionais em chave eclesial e salesiana, primeiro, confrontando com a experiência de formação de São João Bosco e de Santa Maria Domingas Mazzarello e depois, desenvolvendo as propostas para a educação atual, no horizonte do sistema educativo salesiano. À tarde acontece a apresentação de 18 “boas práticas” de caminhos para educar os jovens nas escolhas a fazer nos diferentes âmbitos de vida, com referência a experiências em andamento na Argentina, Brasil, Canadá, Colômbia, Filipinas, França, Itália, Madagascar, Eslováquia, Espanha e Suiça.

A última sessão do Congresso, domingo 23 de setembro, é dedicada às Conclusões, e termina com uma Celebração Eucarística presidida por Pe. Fabio Attard (Conselheiro Geral para a Pastoral Juvenil Salesiana).

Outros momentos: um Concerto da Academia dos Obstinados, um Espetáculo (“Artem fallendi discere”. Berlicchi in conferenza pre-sinodale) escrito e representado pelos estudantes do Auxilium; uma apresentação musical do Grupo “Scape”.

Para acompanhar

Site do Congresso

Facebook

Programa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.