Al cuore della Chiesa, sulle orme dei Fondatori

Mornese (Itália). De 7 de outubro a 3 de novembro de 2018, dezenove Filhas de Maria Auxiliadora de cinco Inspetorias participaram do Projeto Mornese de língua francesa: 7 da Inspetoria do Congo (AFC), 2 da África Leste (AFO), 2 da Inspetoria de Madagascar (MDG), 2 da Inspetoria do Canadá-Estados Unidos (SEC) e 7 da Inspetoria do Haiti (HAI). A experiência foi dirigida por Ir. Clémentine Têtê da Inspetoria AFO, Ir. Rose Kigalu da Inspetoria AFC, Ir. Victoria Ulate do Âmbito da Pastoral Juvenil e Pe. Placide Mukundi, sdb, que ofereceu o dom de seu ministério sacerdotal.

A experiência se realizou em três etapas: Roma, Turim e Mornese. Em Roma as participantes encontraram os testemunhos da fé cristã através da visita aos monumentos da Basílica de São Pedro, São Paulo Fora dos Muros e Santa Maria Maior, às Catacumbas e a Assis. Os apóstolos e testemunhas da fé são sinal visível de que doar a própria vida seguindo Cristo é uma aventura de amor, de fé e de esperança.

Na sexta feira, 12 de outubro, as participantes viajaram para Turim, com uma etapa em Florença, para conhecer as grandes igrejas e os monumentos de grandes artistas e autores cristãos. Durante esta segunda etapa, passaram por lugares diversos, para encontrar Dom Bosco, sua vida e suas obras. Os Becchi, Chieri, Valdocco testemunham a determinação, a coragem, a resiliência de Dom Bosco que não desiste nunca diante das adversidades, para realizar o seu sonho… o sonho dos nove anos. Este grande coração e a audácia do Santo levaram à Fundação das duas Congregações Salesianas: É Maria quem tudo faz. Uma participante compartilhou: “As visitas reavivaram o nosso coração oratoriano e reforçaram o nosso ser Monumento vivo de gratidão a Maria Auxiliadora”.

Na terceira etapa, nos passos de Maria Domingas, as participantes descobriram a alegria de chegar à fonte para conhecer a própria identidade. Como Filhas de Maria Auxiliadora, pisar a terra santa das origens é aprender de Main a arte de construir juntas as comunidades de hoje na simplicidade, alegria, humildade, como se lê nas cartas de Maria Domingas.

Uma participante compartilhou: “O fogo do amor de Deus queima ainda nas paredes do Colégio e de Nizza; o poço de Mornese ainda dá a água que purifica e vivifica os corações que desejam partir para terras distantes e levar o fogo do amor até a América. Este fogo não deve morrer… e como aconteceu para nós, desejamos que cada Filha de Maria Auxiliadora possa fazer esta experiência das origens e reavivar a chama de sua vocação e de seu dom total ao Senhor sobre as pegadas de Main e da primeira comunidade de Mornese. Agradecemos a quem nos tornou possível esta bela experiência”.

 

Al cuore della Chiesa, sulle orme dei Fondatori

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.