Santiago (Chile). As FMA do Chile informam sobre a situação de crise que o país está vivendo e sobre o compromisso das FMA de promover a paz e o diálogo.

No dia 15 de novembro de 2019, a quase um mês das manifestações por parte dos cidadãos nas ruas de todo o país, alguns episódios de violência e, em muitos casos pacíficos, os representantes políticos do Congresso Nacional Chileno chegaram a um acordo histórico, com o objetivo de convocar um referendum para 2020, para redigir uma nova Constituição que substitua aquela de 1980. Desde 18 de outubro de 2019, de fato, o Chile vive um tempo de agitação social, movido pelo pedido de maior dignidade para todos. A crise social que o país atravessa pôs o acento sobre os problemas econômicos e sobre a disparidade social.  Desde então houve uma série de protestos violentos, incêndios nas estações do metrô, saques, mas ao mesmo tempo tantas pessoas se manifestaram de modo pacífico, cultural, promovendo debates e paz. No entanto continuam as greves e os protestos e também agressões a algumas igrejas católicas, entre as quais o Santuário de Maria Auxiliadora da cidade de Talca.

Nas Comunidades Educativas da Inspetoria S.Gabriel Arcanjo (CIL) a situação do país está sendo afrontada com o acompanhamento dos jovens e das famílias, educando à paz e promovendo o diálogo.

Neste cenário, de 31 de outubro a 4 de novembro de 2019, as Filhas de Maria Auxiliadora, animadas pela Inspetora, Ir.Ximena Oyarzo Mansilla, realizaram, com senso de pertença e espírito de fé, o Capítulo Inspetorial. O contexto e o clima vivido enriqueceu a reflexão das Capitulares, solicitando-lhes uma conversão pessoal e comunitária, e o pensar novamente a missão apostólica a partir do testemunho e da contribuição à sociedade, através da educação das crianças de ambos os sexos, dos jovens e das famílias, com maior convicção do que, carismaticamente, significa formar “bons cristãos e honestos cidadãos”.

Desde 20 de outubro as aulas estão ainda suspensas em todas as escolas do país, e nas escolas salesianas, por motivos de segurança. Algumas escolas das FMA estão vivendo com maiores dificuldades a situação de crise do país. As FMA estão vivendo tal situação fazendo-se próximas à população. Em cada Comunidade Educativa são propostos espaços de diálogo, de reflexão, grupos dirigidos pelos comitês de estudantes e pelos formadores, para enfrentar, de modo propositivo e sereno, o tempo de crise social que o país vive. A Inspetora convidou as comunidades religiosas a oferecerem a oração e o trabalho diário pela paz e para acolher o apelo dos Bispos a realizar gestos concretos de solidariedade.

Os Bispos e os Párocos da Igreja no Chile convidam as comunidades católicas à oração, à participação ativa, â disponibilidade para servir e para continuar o processo de discernimento de renovação da Igreja.

Rezar pela paz e a justiça, a verdade e a caridade, é este o convite para o dia 8 de dezembro próximo, na Solenidade da Imaculada Conceição, “em que o país será consagrado à proteção materna da Virgem Maria“.

sdr

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.