Joanesburgo (África do Sul) A situação de bloqueio devido ao Coronavírus está se tornando cada vez mais complexa devido ao fato de as pessoas estarem sem trabalho e, portanto, sem comida. As Filhas de Maria Auxiliadora da Comunidade Bem-aventurada Laura Vicuña de Joanesburgo, da Província Nossa Senhora da Paz (AFM), trazem alguma esperança aos pobres, através de um programa de ajuda concreta.

Os alunos dos Centros no contexto dos Projetos Educacionais Dom Bosco, a Escola Primária Laura Vicuña e a Escola Infantil de Santa Maria do Centro de Desenvolvimento de Finetown estão entre os mais pobres. As crianças vêm principalmente de assentamentos informais e acampamentos para posseiros. 70% são constituídos por migrantes de países vizinhos e 30% de cidadãos sul-africanos que não possuem documentos. Antes da pandemia de Covid-19, os pais dessas crianças não tinham emprego permanente e trabalhavam apenas ocasionalmente. O bloqueio também os impediu de procurar “resíduos” em aterros, conseguir algum dinheiro e garantir às suas famílias o mínimo necessário para viver. Sua saúde é afetada e esse estado também leva a consequências psicológicas. Na escola, as crianças comem uma refeição completa todos os dias, agora também não a comem. Dadas as condições atuais, eles são mais vulneráveis.

Aiuti Coronavirus Sud Africa AFM

Graças à Providência chegou através de alguns benfeitores, as FMA puderam preparar pacotes de comida e distribuí-los entre 22 e 25 de maio de 2020, por ocasião da Festa de Maria Auxiliadora, às famílias mais pobres.

Os alunos e seus pais ficaram muito felizes por essa ajuda extraordinária e mostraram sua gratidão à irmã Motselisi Maliehe e à irmã Maria Nguyen pelas parcelas de alimentos recebidas, o que lhes permitiu voltar a alimentar a esperança.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.