Arquivos e momórias de santidade

Foi publicado o nº 32 da coleção Horizontes "Arquivos e memórias de santidade".

0

Roma (Itália). Foi publicado o número 32 da coleção Horizontes com o título Arquivos e memórias de santidade, que são os Atos do Encontro de estudo Arquivos de santidade realizado em Nizza Monferrato, no dia 21 de outubro de 2017.

Esta reflexão sobre Arquivos e memórias de santidade, por Grazia Loparco e Paola Cuccioli, nasce da colaboração entre o Centro de Estudos sobre as Filhas de Maria Auxiliadora da Pontifícia Faculdade de Ciências de Educação Auxilium e Arquivo Histórico da Inspetoria Piemontesa das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) de Nizza Monferrato.

O texto se abre com uma contribuição geral sobre a santidade oficial, de Vincenzo Criscuolo, Relator Geral da Congregação para as Causas dos Santos, que introduz ao caminho do Instituto das FMA no caminho da santidade, por Piera Cavaglià e Sylwia Ciezkowska, como também às reflexões sobre os caracteres específicos dos arquivos em que se devem guardar e procurar os vestígios de uma experiência educativa, que modula a documentação e os testemunhos, também da santidade salesiana “ordinária”, de Grazia Loparco.

As atividades de reconhecimento e de ordenamento do precioso acervo histórico da Casa Mãe das FMA, apresentadas com mais amplitude por Paola Cuccioli, mostram, nesse sentido, a intenção de se abrirem ao interesse da vasta comunidade de estudo e social, também graças à adesão ao sistema informativo de CEI-AR de Gianluca Popolla.

Os depoimentos documentais de Teresa Valsé Pantellini, de Sylwia Ciezkowska, Vice Postuladora, e dos servos de Deus, os cônjuges Rosetta e Giovanni Gheddo, de Lia Lafronte, Postualdora, ligados a Nizza Monferrato, destacam a importância da conservação na busca das provas.

Da leitura se vê como a memória de uma identidade, também coletiva, no caso de uma família religiosa, está sempre condicionada por quem preserva ou descarta a documentação; e também que a santidade, mesmo aquela do dia a dia, tem um componente de originalidade que supera os esquemas virtuosos nos quais se tenta circunscrever a experiência e, portanto, está aberta às surpresas do Espírito.

Por isto o volume, movendo-se dos arquivos das FMA, entende oferecer detalhes de reflexão a quem tiver interesse na memória como semente e “chave de acesso” ao futuro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.