Estoril (Portugal).  No dia 13 de fevereiro de 2021 realizou-se, online, o Encontro de Junioristas da Inspetoria Nossa Senhora de Fátima (POR) com o tema: “Discernimento com atitude de vida”.

O encontro foi realizado por Ir. Dores Rodrigues, Conselheira da Formação, com a presença da Inspetora, Ir. Rosa Cândida Gomes Correia da Lage.

O dia começou com um momento de oração introdutória, com a alternância da lectio divina e aprofundamentos do tema – também em chave carismática – com momentos de meditação, oração pessoal e partilha.

Irmã Diana Arrobas Patrìcio, Juniora da Comunidade Santíssimo Sacramento de Viana do Castelo, conta a experiência vivida:

“Foi um dia muito rico de formação, de partilha de vida, de oração, de fazer stop à rotina, de refletir em conjunto sobre temas essenciais à nossa vida cristã, à nossa vida consagrada salesiana.

Começamos por refletir sobre a importância de assumir o discernimento como um estilo de vida, um modo de estar no mundo. O quanto importante sempre e em tudo procurar à vontade de Deus, o estarmos atentas ao Espírito Santo que nos quer conduzir por caminhos novos que não conhecemos e que por vezes evitamos. Salientou-se muito a necessidade da familiaridade com Jesus como uma das condições fundamentais para o discernimento, a importância de  estar Nele, de O ter como centro fulcral da nossa vida.

Irmã Dores ofereceu uma lecio divina sobre um excerto da Carta de São Paulo aos Romanos (Rom 12, 2.9.11-12). “Não vos conformeis com este mundo”, o discernimento de facto ajuda-nos a fazer das preferências de Deus as nossas preferências, o não nos deixarmos arrastar pelas modas do mundo. Também tivemos a oportunidade de nos confrontar com a experiência do discernimento que viveu Dom Bosco e Madre Mazzarello e a importância que é dada nas nossas Constituições.

O discernimento é um caminho árduo e longo, é uma atitude de toda a vida que deve fazer parte do nosso quotidiano e não apenas em momentos de decisões importantes. O discernimento é de certa forma palpável e não abstrato: a verdade do nosso discernimento pessoal, na procura de Deus e da Sua vontade, verifica-se as nossas atitudes; verifica-se na coerência do nosso viver, na verdade da atenção que damos aos outros. De manhã à noite o discernimento está em jogo e incide verdadeiramente na nossa vida, está a nos procurar que faça parte dos nossos hábitos.

Muitas mais coisas podiam ser ditas, mas prefiro acabar com com a partilha de uma frase que estava nos documentos de apoio para a formação deste dia: “na medida que assumimos o discernimento como a atitude permanente, seremos luz na comunidade e na missão, e a graça de Deus far-nos-á ver mais longe e nos constituiu testemunhas do Seu amor”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.