Madrid (Espanha).  No dia 23 de janeiro de 2021, cerca de 60 Filhas de Maria Auxiliadora de 6 a 35 anos de profissão, da Inspetoria Maria Auxiliadora (SPA), participaram da jornada formativa online sobre o tema: “O Colóquio pessoal como instrumento carismático de crescimento pessoal e comunitário”, organizado pela Comissão de Formação Inspetorial.

O encontro foi coordenado por Ir. Nieves Reboso, Conselheira geral para a Formação, que começou dirigindo às FMA algumas perguntas sobre sua experiência formativa.  A seguir, convidou a tomar consciência dos apelos quotidianos da vida e da disponibilidade interior requerida para aprender com todas as experiências, descobrindo que Deus modela a imagem de Jesus em cada momento vivido.

Irmã Nieves continuou com a apresentação do tema, retomando as etapas formativas correspondentes às participantes, descritas no Projeto Formativo do Instituto das FMA “Nos sulcos da Aliança”. Suas palavras ajudaram a nomear as experiências e sentimentos vividos por elas. O aprofundamento sobre o colóquio pessoal ajudou a reforçar a certeza de que se trata de uma herança preciosa recebida, que deve ser transmitida com responsabilidade às gerações futuras.

Concluindo, a Conselheira sublinhou que o Colóquio é um elemento privilegiado de acompanhamento formativo, que favorece a partilha mútua, na concretude da vida comunitária.  A relação interpessoal que se estabelece exige o compromisso mútuo para construí-la.

A reflexão do grupo levou à identificar e a partilhar o que se precisa desaprender, aprender, reaprender: atitudes e modalidades que impedem a conversação, aspectos que precisam ser repensados e assumidos à luz da reflexão proposta, ​​valores que ficaram perdidos e enfraqueceram a experiência carismática do Colóquio.

No final do encontro, foram apresentados três presenças sociais da Província SPA: a Associação ValponascaFundação Valsé com o Projeto Quebra – Cabeças do Bairro do Pilar, dae a presença de São Vicente  dos Pomares da Fundação Maria Auxiliadora.  Estas experiências recordam que a opção pelos mais pobres é critério de discernimento e renovação pastoral para todos os ambientes educativos salesianos.

Ir. Nieves Reboso e as FMA da Comissão de Formação ajudaram as FMA, que, graças à conexão online puderam também participar dos lugares de missão, revivendo a experiência pessoal do colóquio, acreditando-a sempre possível, com fé e confiança nas mediações.

No documento sobre o Colóquio Pessoal lemos: «Hoje sentimos como é importante construir relações fraternas. Este é o plano de que necessitamos, do qual as nossas Comunidades Educativas têm fome. Uma verdadeira e sincera fraternidade que nos ajude a renascer é a base da experiência do colóquio”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.