(Brasil) .  Nos dias 17 e 18 de junho de 2021 realizou-se online o Fórum Salesiano do Pacto Educativo Global, evento promovido pela Rede Salesiana Brasil (RSB) Escolas e ComunicaçãoO Fórum envolveu educadores e alunos no compromisso do Pacto Educativo Global, renovando a paixão por uma educação fundada nos princípios do novo humanismo em benefício das gerações futuras.

Os participantes, 1275 alunos e educadores, representantes das 94 Escolas da Rede Salesiana Brasil, além de Relatores e Coordenadores Inspetoriais, formaram um grande movimento para gerar uma mudança na escala planetária, para que a educação seja criadora de fraternidade, paz e justiça.

O Fórum foi precedido, desde o início do ano, por uma série de iniciativas, entre as quais a elaboração e publicação de um e-book intitulado Educomunicação na Perspectiva do Pacto Educativo Global; a apresentação da proposta aos Diretores/as e Coordenadores/as; e a realização de um Web Site, com subsídios para o estudo e aprofundamento das temáticas educativas.

Durante o primeiro semestre, as escolas foram convidadas a sistematizar e enviar projetos realizados na perspectiva do empenho educativo.  Foram enviadas 55 experiências das diversas realidades, das quais 5 foram apresentadas no primeiro dia do Fórum.  As experiências mostraram como a educação pode favorecer o empenho pelas ações sociais, ambientais, econômicas, políticas e pastorais, promovendo a mudança.

O Fórum contou com a participação ativa de alunos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental e Médio de todo o Brasil.  Três testemunhos foram selecionados para cada Província e ordem escolar.  No primeiro dia uma criança, um adolescente e um jovem contaram a todos os outros alunos qual é “a escola dos seus sonhos”.

A experiência da escuta continuou, no segundo dia, nas salas virtuais, em que se lembrou que o Papa Francisco propõe o Pacto Educativo Global para promover uma educação de qualidade e inclusiva, mais solidária e pronta a dar concretude às necessidades da humanidade. “O que podemos fazer para que a educação ajude a construir um mundo melhor para todos?”  A esta pergunta os alunos,  nos grupos, deram uma resposta, identificando os compromissos a serem desenvolvidos em nível local:

  • Educar ao respeito e à valorização das potencialidades das crianças;
  • Valorizar a pessoa, enfrentando a privação social, moral e física (bullying, homofobia, racismo e todo tipo de preconceito);
  • Promover a ecologia integral, a sustentabilidade econômica e ambiental;
  • Favorecer a escuta e participação das famílias e alunos nos projetos promovidos pela Escola;
  • Promover uma cultura da solidariedade;
  • Educar à Comunicação;
  • Garantir que, junto às disciplinas ordinárias, sejam valorizadas a saúde mental e o cuidado do outro;
  • Continuar a ser, a escola, um lugar de troca de ideias, oferecendo oportunidade de interculturalidade:
  • Implementar currículos flexíveis e abertos ao esporte, arte e tecnologia;
  • Promover uma educação orientada para a Transformação Social, unindo teoria e prática;
  • Fazer da Escola um verdadeiro palco social, político, fraterno, capaz de acolher a diversidade.
  • Favorecer o acesso consciente e equilibrado das tecnologias digitais e da informação, promovendo consciência e senso crítico.

Na conclusão do Fórum, cada Escola se comprometeu a continuar as reflexões, buscando modalidades para envolver educadores, alunos e famílias na construção do Pacto Educativo Global.

Testemunhos dos participantes

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.