Venilale (Timor Leste). Nos dias 25 e 26 de maio de 2024 cada Comunidade das Filhas de Maria Auxiliadora da Inspetoria S. Maria D. Mazzarello (TIN) de Timor-Indonésia organizou um “Festival do Oratório”, proposto pela programação inspetorial para o ano 2023/ 2024 com a finalidade de reavivar o empenho pelos oratórios, envolvendo também os ex-oratorianos, pensando no passado, no presente e no futuro.

Venilale foi a primeira comunidade aberta em Timor, lugar, portanto, onde se realizou o primeiro oratório. Dois meses antes do Festival, as Comunidades Maria Auxiliadora e S. Maria D. Mazzarello de Venilale contataram alguns dos primeiros oratorianos e constituíram uma comissão organizadora para pensar na realização do evento.

Embora existam agora apenas alguns oratorianos de 30 ou mais anos atrás que ainda vivem em Venilale, o “boca a boca” com o WhatsApp chegou a numerosos ex-oratorianos, orgulhosos de terem sido os pioneiros de uma experiência que depois se espalhou também nas sucessivas Comunidades. Muitos deles não puderam participar e com muita saudade enviaram mensagens aos participantes que, com os seus celulares, transmitiram “ao vivo” o que estava acontecendo.

A tarde do dia 25 de maio foi dedicada aos ex-oratorianos, junto aos animadores atuais; o momento central foi a Conferência do Padre Antônio Guterres, Salesiano de Dom Bosco, ex-Oratoriano das FMA, que propôs uma reflexão sobre o coração oratoriano, baseando-se na sua experiência, iniciada quando era criança.

Seguiram-se alguns testemunhos dos ex-oratorianos segundo os anos: apesar das experiências diversas, unânime foi o sentimento de gratidão pelo que viveram, pelas diversas oportunidades oferecidas e recebidas, tanto recreativas como formativas, sobretudo num período – o da ocupação da indonésia – em que a vida não era fácil. Muitos expressaram como o oratório tenha formado o seu caráter, permitindo-lhes, também nas escolhas profissionais sucessivas, viver na consciência da presença de um Deus que ama a todos. A tarde concluiu-se com um momento de oração no estilo de Taizé.

Na manhã do domingo, 26, todos os oratorianos dos cinco oratórios que as duas comunidades animam reuniram-se na Paróquia de Venilale. Depois da animação proposta pelos “antigos” Oratorianos com cantos “dos seus tempos” – quando não se usava o YouTube – na Santa Missa, presidida pelo Padre Antônio, celebrou-se o mistério da Santíssima Trindade, deu-se espaço às crianças no Dia Mundial a elas dedicado e, sobretudo, manifestou-se a gratidão a Deus pela beleza da proposta oratoriana. No ofertório, uma família de ex-oratorianos doou um órgão, um violão, e alguns jogos para serem divididos entre os cinco oratórios, como expressão da sua gratidão pelo que viveram quando crianças e jovens.

Depois do almoço todos juntos, Oratorianos e ex-Oratorianos puderam assistir a um musical sobre o Sonho dos 9 Anos, que ao relembrar a experiência de Dom Bosco procurou interpretar o hoje do País. O aplauso contínuo deixou entender o quanto este musical falava às pessoas presentes, crianças, jovens e adultos.

O momento esperado por todos foi a premiação do concurso de desenho: os menores deviam colorir desenhos sobre o sonho dos 9 anos, enquanto os mais velhos tiveram a tarefa de o representar com criatividade, com um desenho feito por eles. Cada oratório teve concorrentes premiados, para alegria de todos!

O evento concluiu-se com as palavras de agradecimentos de um ex-oratoriano que, em nome de todos, ofereceu também a disponibilidade para algum evento – “chamai-nos, e buscaremos estar presentes para ajudar, apoiar e trabalhar juntos”  – e sobretudo com o incentivo aos animadores atuais a se dedicar com paixão às atividades oratorianas que, como já foi expresso várias vezes pelos “ex”, ainda trazem no coração.

Este primeiro encontro foi uma experiência que, segundo todos, não pode ser concluída nestes dois dias, mas deverá ser repetida, portanto… até o próximo Festival do Oratório!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.