Roma (Itália).  Dois Ex-alunos da Escola das Filhas de Maria Auxiliadora estão entre os 25 melhores alunos da Itália homenageados com o Prêmio “Alferes do Trabalho” em 26 de outubro de 2021, em Roma, no Palácio do Quirinale, pelo Presidente da República Italiana, Sérgio Mattarella.

Os dois jovens, Leonardo Scaglione, Ex-Aluno do Liceu Nossa Senhora das Graças de Nizza Monferrato, da Inspetoria Piemontesa Maria Auxiliadora (IPI) e Alessandro Andreucci, Ex-Aluno da Escola Paritária Maria Auxiliadora de Roma, Via Dalmazia, da Inspetoria Romana São João Bosco (IRO), foram premiados por terem se destacado nos estudos e concluído a Escola Secundária de 2º grau com nota máxima.

O Prêmio “Alferes do Trabalho” foi instituído em 1961, no centenário da Unificação da Itália, pela Federação Nacional dos Cavaleiros do Trabalho e é concedido a cada ano a 25 alunos escolhidos – não mais do que um por Província – entre os melhores indicados pelos Reitores das escolas de toda a Itália.  De 1961 a 2019, 1.483 foram designados Alferes do Trabalho.

O número de premiados é igual ao dos Cavaleiros do Trabalho, nomeados todo ano por ocasião da Festa da República, em 2 de junho, para ressaltar a continuidade do empenho no estudo e na vida.

Este ano, no 60º aniversário da criação do Prêmio, 50 Alferes do Trabalho receberam as insígnias, tendo sido adiada a cerimônia de 2020 devido à emergência sanitária.  A cerimônia contou com a presença do Presidente da Federação Nacional dos Cavaleiros do Trabalho, Maurizio Sella, e do Ministro do Desenvolvimento Econômico, Giancarlo Giorgetti.

Depois de ter entregue as insígnias aos Cavaleiros do Trabalho e os certificados de honra com a medalha aos Alferes do Trabalho, o Presidente da República, no seu discurso, sublinhou a importância da aliança intergeracional e da participação dos jovens na arrancada econômica da Itália:

“O seu futuro identifica-se com o da República. Na universidade completarão os seus estudos: todos nós queremos que se considerem protagonistas de uma nova época do País no percurso que saiba fazer do reinício uma fase de progresso futuro. A aliança entre as gerações – que esta cerimônia simboliza – é condição para sair do atraso que o país viveu”.

Aos jovens Leonardo e Alessandro, o augúrio de continuar os estudos e a vida levando ao mundo, junto à qualidade profissional, os valores e os ensinamentos humanos e cristãos recebidos das escolas salesianas.

Fonte: CIOFS/Scuola

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.