Roma, (Itália).  Por ocasião do centenário da Universidade Católica do Sagrado Coração (1921-2021) – fundada em Milão pelo padre franciscano Agostino Gemelli – Madre Rosetta Marchese, Superiora Geral do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora é lembrada na publicação “Testemunhos de fé na ‘Universidade Católica do Sagrado Coração”, editada pela EDUCatt.

Autor do livro é o Prof. Pier Luigi Guiducci, historiador e jurista, Docente da sede de Roma, entrevistado pelo Dr. Carlo Màfera, laureado em Ciências Políticas com endereço histórico e em Cartas Clássicas e Cristãs, sobre alguns testemunhos de fé que estudaram na Universidade Católica do Sagrado Coração.

Desde as primeiras páginas, colhe-se o objetivo da obra: tornar manifesto o contributo da Universidade à formação cultural e espiritual  de gerações de homens e mulheres, muitos dos quais, foram e são ainda hoje, na Igreja e na sociedade, autênticas testemunhas da fé.  Entre estes, Madre Rosetta Marchese que, em sua trajetória de vida, cultivou uma espiritualidade contemplativa, vivida na missão de professora, assistente e, posteriormente, na animação e governo do Instituto das FMA.  Esta espiritualidade, tornou-a aberta a uma “doação eucarística de si e a uma maternidade espiritual sem fronteiras”.

De 1943 a 1947, Irmã Rosetta foi matriculada na Universidade Católica do Sagrado Coração de Milão, onde se formou em Letras em 1947 com uma tese de crítica literária sobre o pré-romantismo de Aurelio Bertola.  Do numeroso grupo de FMA que residiam no setor das religiosas de Castelnuovo Fogliani (Piacenza), Irmã Rosetta, apreciada pelas suas capacidades intelectuais e relacionais, foi logo nomeada animadora do grupo: tarefa de animação e de responsabilidade espiritual e moral entre as Irmãs, o que fez com grande dedicação e sabedoria.

No início do quarto ano de estudos, foi-lhe proposto de ser também a coordenadora geral das universitárias das diversas Congregações religiosas presentes no Internato para ser, assim, ponto de ligação entre as alunas, professores e a comunidade acadêmica.

No desempenho deste serviço, Irmã Rosetta soube desenvolver uma visão eclesial e cultural mais ampla, aprendendo a conhecer e valorizar a contribuição dos vários carismas para a Igreja e a sociedade.  Aquele encargo foi para ela um significativo tirocínio de animação, que lhe permitiu expressar os dotes de coordenação, orientação e promoção de pessoas, que depois desempenhou da melhor forma no Instituto, na missão de Conselheira e depois de Superiora Geral, promovendo a unidade do Carisma na diversidade das culturas e nos vários contextos.

O período de estudos universitários foi para ela um maravilhoso laboratório cultural, onde assimilou, com a orientação de ilustres professores, aquela harmonia entre fé e cultura, entre Evangelho e vida, de que será luminosa testemunha ao longo de sua vida.

Francesca Caggiano, FMA

5 COMENTÁRIOS

  1. The life of Mother Rosetta as testified by the author Prof Guiducci is so inspiring to the FMA and lay educators of who are challenged to combine culture and faith today, more than ever. This is Mother Antonia Colombo’s advocacy too, later, in her lifetime. That Mother Rosetta Marchese achieved in her days the great reality that from contemplation of the truths of faith emerges the best lessons of life, similarly, this is the most that an FMA educator could ever share with the young and could contribute to the growth of the Church today.

  2. Que mejor honor vivir el lema de San Juan Bosco: “buenos cristianos y honestos ciudadanos”, para la querida Madre Rosetta Marchese vivir en plenitud su vida consagrada a Dios y ser miembro útil y fecundo, no sólo en la sociedad, sino en la fecundidad generativa de aquellos que, el Señor en su providencia, le hacia encontrar en su camino.

  3. We thank God for this great good news. We feel proud and congratulate Mother Rosetta who is in heaven for her leadership as well as for her gifts of co ordination all round service and multiple personality that has left a stamp in the history of the University , church and FMA institute.
    INk. FMA

  4. A beautiful life lived in fidelity and love. She is a model and a shining star for us educators of young. We are grateful to God and to the Church for raising her to the process of sanctity.
    A warm greeting of love from FMA Solomon Islands

    Sr. Regina FMA

  5. Me parece estupenda esta reseña sobre la vida universitaria de nuestra inolvidable Madre Rossetta Marchese, en la cual pude captar ese gran carisma de generadora de vida y espiritualidad en ese periodo y durante su gestión de animación y de gobierno en nuestro Instituto de FMA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.