Ariccia (Italia). De 8 a 12 de janeiro se realiza em Ariccia, Roma, na Casa Divino Mestre, a Avaliação Trienal das Conferências Interinspetoriais Europa e Oriente Médio (CII, CIEM, CIEP).

No dia 7 de janeiro, à tarde, chegaram os 101 participantes da Avaliação, dos quais 13 jovens, 21 leigos, 67 FMA representando a Europa e o Oriente Médio, 11 Conselheiras Gerais e a Madre Geral do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora, Madre Yvonne Reungoat. São 21 Inspetorias e 3 Conferências Interinspetoriais: CII (Italiana), CIEM (Europa e Oriente Médio), CIEP (Espanha e Portugal). Presentes também alguns membros da Comissão “Europa e Oriente Médio a caminho”.

“A Avaliação Trienal é uma oportunidade que o Instituto nos oferece para reavivar a consciência de nossa identidade carismática, reler o que foi vivido, à luz da Palavra de Deus e dos desafios de hoje e projetar-nos, com nova esperança, para o futuro. A avaliação é para todas uma experiência significativa para rever o impacto que faz em nós e nas comunidades o grande compromisso: Alargar o olhar para ser com os jovens missionárias de esperança e de alegria” (cf Carta às Inspetoras).

A Avaliação trienal tem dúplice finalidade: avaliar o caminho pós-capitular e oferecer indicações para o tema do próximo CG XXIV.

O primeiro dia começou com a oração de Laudes e as boas vindas da Presidente da CII, Ir. Carla Castellino, que destacou ser esta reunião de Ariccia a primeira Avaliação Trienal depois do Capítulo Geral XXIII e a segunda experiência vivida com as três Conferências nas quais houve mudanças, as Inspetorias passaram de 26 a 21 e a experiência se insere em outro caminho já iniciado “Europa e Oriente Médio a caminho”; a Palavra de Deus, que guia toda a experiência é o ícone bíblico “Está aqui um menino com dois pães e cinco peixes”. Nosso desejo é que nos deixemos tocar, provocar pela vida e pela história das realidades, próximas e distantes, sobretudo pelos jovens, desejando fortemente respirar a plenos pulmões o Evangelho e o carisma salesiano.

Seguiu-se um momento de animação dinâmico, para aquecer o coração e para se conhecerem. No fim, cada Inspetora, chamada pela Vigária Geral, Ir. Chiara Cazzuola, lembrou, através do símbolo do pão e repetindo uma frase de Madre Mazzarello e de Dom Bosco, a identidade da própria Inspetoria.

Cada dia conta com a palavra da Madre Geral, Me. Yvonne. No primeiro dia, Madre Yvonne ofereceu uma meditação com o tema “Na memória do Chamado”. A Madre disse: «Hoje gostaria de me deter sobre a beleza da nossa vocação de crentes… Gostaria que estes dias fossem uma experiência vivida juntos – FMA, jovens, leigos – na abertura para o Espirito”. Para nos deixarmos encontrar é útil subir com Jesus para o monte e também descer na oficina do oleiro… Sermos colaboradoras/res… com o estilo de Maria… foram os pontos aprofundados com a entrega de algumas indicações para a reflexão pessoal e de grupo.

Na tarde do dia 8 de janeiro, o encontro com Pe. Carlo Maria Zanotti, SdB, que apresentou a lectio divina sobre o trecho do Evangelho de Mateus 14, 13-21 “ Dai-lhes vós mesmos de comer”, mais um tempo de reflexão pessoal e a conclusão do dia com a Celebração Eucarística.

O dia 9 de janeiro será muito rico, porque serão compartilhados os frutos da reflexão e as experiências realizadas nas Inspetorias, através da visita aos estandes que permitirão ter uma visão de conjunto das respostas surgidas e dos caminhos a serem potencializados. A coordenação está confiada a Ir. Geneviève Pelsser, Presidente da CIEM que, à luz do ícone bíblico “Jesus, levantando os olhos, viu… “ colocou o acento sobre a conversão pastoral em que foram postos os jovens no centro.

A Madre apresentou a reflexão sobre o tema “Comunidades em contínua conversão, capazes de gestos proféticos” com a qual ofereceu sugestões, a partir do horizonte da Conversão pastoral e evidenciando alguns sinais proféticos para hoje.

No dia 10 de janeiro será aprofundado o tema “O Sínodo sobre os jovens nos interpela”, com o relatório apresentado por Pe. Rossano Sala SDB, docente na UPS e Secretário especial do Sínodo, depois do qual se fará uma mesa redonda com algumas noviças FMA e jovens.

Nos dias 11 e 12 de janeiro continuará a reflexão com a apresentação unitária do caminho realizado no assumir as Constituições e o discernimento para individuar o tema para o CG XXIV.

A experiência será concluída com a Celebração Eucarística presidida pelo Reitor Mor, Pe. Ángel Fernández Artime, e com uma noite de fraternidade na insígnia da gratidão.

Facebook

Verifica triennale Europa e Medio Oriente (CII, CIEP, CIEM)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.