Rivista DMA

Viver para o Evangelho…

Viver para o Evangelho...

... porque é a raiz que alimenta o nosso crescimento e porque tudo na vida cristã tem como objetivo o Evangelho. Viver para o Evangelho tem valor causal e final. È paixão que faz arder o coração e dinamiza a ação. É luz que acende o olhar dirigido ao futuro. Estamos próximas à celebração da 13ª Assembleia geral do Sínodo dos Bispos (Roma, 7-28 de outubro). Uma oportunidade para intensificar a oração e aprofundar o tema proposto: “A Nova Evangelização para a transmissão da fé cristã”.

Bento XVI quis entrelaçar o evento do Sínodo com o início do Ano da Fé. No encontro com os Bispos da CEI em maio, justificou esta coincidência. “A missão antiga e nova que temos à frente é introduzir os homens e as mulheres do nosso tempo no relacionamento com Deus, ajudá-los a abrir a mente e o coração ao Deus que os procura e quer se fazer próximo, guiá-los na compreensão de que fazer a sua vontade não é um limite para a liberdade, mas sim, ser realmente livres [...]. Deus é o fiador, não o concorrente, da nossa felicidade, e onde penetra o Evangelho e, portanto a amizade com Cristo, o homem experimenta ser objeto de um amor que purifica, aquece e renova, e que capacita a amar e a servir”.
O Papa explicou que o Ano da Fé favorecerá um conhecimento “mais profundo das verdades que são a essência da nossa vida” para conduzir o homem de hoje “ao encontro com Jesus Cristo”.
A Nova Evangelização é, na realidade, o Encontro renovado com Jesus vivo!

A Madre, na circular n. 922, orientou-nos a não passar com indiferença por um momento de Igreja tão vital, e nos convidou a “refletir sobre este evento... como um apelo urgente a manter vivo o caminho da santidade e a encorajar-nos na busca de caminhos novos de irradiação do Evangelho”.

Neste número da Revista falamos com paixão e alegria de Evangelização: compartilhamos com simplicidade experiências de vida de fé, enquanto nos sentimos ativamente envolvidas no caminho eclesial, como estariam Dom Bosco e Madre Mazzarello, para os quais “evangelizar não foi doutrinar, mas testemunhar, mediante a palavra e a ação, um amor concreto a Deus e aos jovens”.

No dia 1º de junho faleceu Ir. Maria Rampini, por vários anos redatora da nossa revista DMA. Nós a lembramos com gratidão: uma mulher que viveu para o Evangelho!

gteruggi@cgfma.org

OK Su questo sito NON utilizziamo cookie di profilazione, ma solo cookie tecnici e/o per il monitoraggio degli accessi. Se vuoi saperne di più clicca qui. Cliccando sul pulsante OK presti il consenso all'uso di tutti i cookie.