Laura Meozzi

Laura Meozzi

Imagem de Laura Meozzi

Laura nasceu em Florença no dia 5 de Janeiro de 1873.
A família, rica e nobre, se transfere logo cedo para Roma, onde Laura completa os estudos de medicina. Laura reza muito. Quando seu diretor espiritual, um salesiano, lhe diz que Deus a chama entre as irmãs de Dom Bosco, passa noites inteiras em oração.
Feita a profissão no Istituto das Filhas de Maria Auxiliadora, em 1898, trabalhou sobretudo na Sicília até 1921, quando foi escolhida para coordenar o grupo das primeiras irmãs salesianas enviadas à Polônia.
Naquele país, a "mãezinha", como era chamada, viveu toda uma história de coragem e de amor, especialmente durante as vicissitudes e misérias da última grande guerra. A sua atividade foi incessante.

Mesmo na extrema pobreza soube abrir casas para cada exigência: começou com abrigo para meninos órfãos e abandonados; depois as meninas, as escolas, os laboratórios, as postulantes, as noviças, as irmãs; depois os refugiados, os perseguidos, os doentes, os fujitivos... Madre Laura conseguia dar conforto a todos.
Ao mesmo tempo rezava e sofria. Viveu a longa agonia e martírio da Polônia nos anos 1938-1945. A quem lhe perguntava: "Não tem saudade da Itália?" respondia: "Eu tenho duas pátrias: A Itália e a Polônia; e não sei dizer qual amo mais". De Wilno deveriam partir as irmãs e 104 meninos em um trem especial: mas junto, escondidos, havia muitos não autorizados. Madre Laura tinha dito sim a todos! A inspetora estava preocupada, podia acontecer o fuzilamento. "Não tema, eu rezarei".

A viagem – que durou 16 dias - teve bom êxito, o que foi um verdadeiro milagre.
Terminada a guerra, tiveram que abandonar os territórios que se tornaram repúblicas soviéticas e recomeçar tudo do princípio. Madre Laura iniciou de novo: reabriu ao menos 12 casas. Em Pogrzebien, num velho castelo que era usado pelos alemães para aniquilar mulheres e crianças, renasce o noviciado; em toda parte retornou o vigor, a alegria, o sorriso. Mas Madre Laura já se sentia sempre mais afadigada.
Assistida pelas irmãs e sustentada pela oração de todos, morreu ali, no dia 30 de Agosto de 1951. Seus restos mortais se encontram em Pogrzebien. O processo sobre a vida e as virtudes da Serva de Deus, Irmã Laura Meozzi, foi celebrado na Polônia, na Diocese de Katowice, nos anos 1986-1994. Foi declarada Venerável pelo Papa Bento XVI no dia 27 de junho de 2011.

Orações e Pensamentos

Curiosidades relacionadas ao Ir. Laura Meozzi

Bibliografia

Sussidi

OK Su questo sito NON utilizziamo cookie di profilazione, ma solo cookie tecnici e/o per il monitoraggio degli accessi. Se vuoi saperne di più clicca qui. Cliccando sul pulsante OK presti il consenso all'uso di tutti i cookie.