Proposta em preparação à Festa da Gratidão – 2013
Inspetoria Nossa Senhora da Penha – BRJ

Comunidade Nossa Senhora da Glória / Macaé / RJ

Ontem: a semente da Fé semeada há tempo no teu terreno...

 Coragem, sentido de pertença e amor ao Instituto;
 Elã apostólico, espírito de trabalho;
 Espírito de família, de pobreza (da mihi animas cetera tolle);
 Enculturação do Carisma (paixão), espírito de evangelização;
 Fraternidade – “Vejam como se amam”

Hoje: Os desafios que encontramos para viver a fé tanto em comunidade como na missão...

 Ante a complexidade do contexto atual, o cair no ativismo, perda da leveza na vida religiosa;
 Secularização do mundo moderno que absorve as famílias, sobretudo o jovem, a dificuldade para entrar no mundo do jovem e acreditar nas possibilidades do jovem enquanto protagonista da sua história;
 A perda do sentido da vida.

Amanhã: Os novos caminhos de evangelização...

 Testemunho - anúncio de Jesus Cristo (novos pátios virtuais);
 Despertar para a cultura da solidariedade;
 Descobrir o protagonismo juvenil (Jovem evangelizando o Jovem);
 “Estar nos tempos e lugares” – exigência do estar preparadas para as novas aprendizagens.

Comunidade Laura Vicunha / Campos / RJ

Ontem: a semente da Fé semeada há tempo no teu terreno...

 Formação familiar;
 Caminhada de formação na Congregação. A Caminhada de fé era mais direcionada.

Hoje: Os desafios que encontramos para viver a fé tanto em comunidade como na missão...

 Individualismo;
 Hoje tudo está mais aberto, mas temos que viver mais sozinhas. Há dificuldade para viver a unidade;
 A era da comunicação tem gerado muita dispersão;
 Falta de aprofundamento da fé. Como Igreja estamos vivendo tempo de fechamento e hierarquização e uma volta ao passado. A formação, a pregação são muito fracas e sem incidir na vida. É um jeito de viver a fé mais individualista.

Amanhã: Os novos caminhos de evangelização...

- Evangelizar através dos meios de comunicação. Pensar em transmitir a mensagem cristã utilizando modalidades que encantem as pessoas (isso vale para todos, não somente para os jovens).

Comunidade do Instituto Nossa Senhora Auxiliadora / Rio de Janeiro / RJ

 Concretamente, na comunidade em que vivemos hoje, a FÉ é sinalizada fortemente:
 Na acolhida das pessoas;
 Na alegre participação dos atos comuns;
 No esforço de concretização de reposta salesiana no binômio Educação-Evangelização;
 Na expressa devoção mariana;
 Na contínua preparação dos leigos para uma resposta salesianamente cívica-religiosa e científica;
 No desenvolvimento afetivo, intelectual e social do educando;
 No aprofundamento de ser educador (a) salesiano (a) no clima educativo da Escola.

O grande desafio à nossa missão de educar-evangelizar é a sociedade na qual estamos imersas: acentuada laicidade, permissividade, etc...
O campo é imenso, amplo, sedutor... nossas forças, humanamente falando, são reduzidas; mas, a Fé e a Esperança que nos sustentam e a presença viva de Nossa Senhora Auxiliadora gritam no nosso íntimo: Avante! Deus é Força! Coragem!
Temos o desejo e o compromisso de Fazer Sempre o BEM às pessoas, num ambiente educativo acolhedor e fraterno.